Delícias de Páscoa!

colorful-easter-eggs-picjumbo-com (1)

Nada melhor do que bons vinhos para celebrar a Páscoa em companhia da família e dos amigos. Além de ser simbólico nesta data religiosa, o vinho acompanha perfeitamente o cardápio típico da ocasião, repleto de pratos com peixes e o amado chocolate. A escolha do vinho deve levar em consideração os estilos que evidenciem e valorizem o sabor desses alimentos.

O bacalhau, estrela do cardápio, é um peixe de sabor intenso e a combinação perfeita com o vinho dependerá muito da maneira como será preparado. Nas receitas com leite de coco ou cremes, os brancos são mais indicados, especialmente os Chardonnays encorpados e com passagem por carvalho. Quando assado com legumes, os tintos de corpo médio são ideais, já que seus taninos sutis não conflitam com o sal do peixe.

Caso prefira peixes mais delicados, como o salmão, opte pelos vinhos rosados ou tintos leves, especialmente Pinot Noir. Já o linguado pode ser acompanhado por brancos de uvas Sauvignon Blanc ou até mesmo pelo famoso Prosecco.

Além do bacalhau, na Páscoa brilha também o chocolate e patisserie, como as colombas. Nesse caso, os vinhos do Porto são imbatíveis, com doçura e álcool na medida certa para combinar e valorizar o sabor do doce mais amado do mundo!

Confira uma seleção imbatível – e acessível – para acompanhar esta data tão especial:

Para acompanhar o bacalhau:

01MorgadoSilgueiros

  • Morgado de silgueiros branco (Mambo, R$ 39,90) Branco interessante de Portugal, é um blend de Encruzado e Malvazia-Fina, uvas típicas do Dão. Na boca é fresco, equilibrado, com boa estrutura e persistência.

02robertsonwinery

  • Robertson Chenin Blanc ( Vinci, R$ 40,45). Branco delicioso da África do Sul, destaca-se pelo frescor e pelos aromas pronunciados. Chenin Blanc é uma das uvas brancas que melhor se adaptaram ao clima do país, originando vinhos incrivelmente frescos e aromáticos.

03regresso

  • Regresso tinto (mambo, R$ R$ 23,99) Tinto português da região do Dão, tem em sua composição as uvas Touriga Nacional, Alfrocheiro Preto, Tinta Roriz e Jaen. Destaca-se pelos aromas agradáveis de frutas negras maduras e um toque tostado. Na boca é mais ligeiro, com boa acidez e taninos bem redondos, com certa rusticidade típica dos vinhos da região.

Para as demais delícias de Páscoa:

04salton

  • Espumante Salton Series Brut (mambo, R$ 29,90) Espumante nacional feito com as uvas Ugni Blanc e Prosecco, é leve e refrescante e destaca-se pelos aromas cítricos e de flores brancas. Na boca tem boa cremosidade e um agradável retrogosto.

05estreia

  • Vinho Verde Estreia (Extra, De R$ 32,25 por R$ 25,80) Boa opção de vinho verde encontrado em supermercado, é leve, festivo e conta com uma ligeira presença de gás carbónico, que refresca o paladar. Elaborado com Loureiro, Trajadura e Arinto, é leve, festivo, muito aromático e harmonioso. Excelente para servir como aperitivo enquanto preparam a refeição!

05monteclavijo

  • Monte Clavijo Tempranillo (Santa Luzia, R$ 39,00) Tinto espanhol despretensioso e fácil de beber, é um tempranillo com todas as suas virtudes: aromas florais, muita fruta negra fresca e algo de alcaçuz, típico desta variedade. Boa opção da Rioja, região difícil de encontrar vinhos de bom custo benefício.

Para o chocolate e patisserie:

06comenda

  • Comenda Moscatel do Douro ( Extra, R$ 48,90) Boa opção para quem gosta de vinho bem doce, este moscatel do Douro atende as expectativas, sem ser enjoativo devido a sua boa acidez.

 07croft

  • Vinho do Porto Croft Tawny (mambo, R$ 79,97) Clássico para acompanhar chocolate, este Tawny da Croft é elaborado a partir de uma reserva de Portos que foram envelhecidos em cascos de madeira de carvalho. Muito rico em sabor, destaca-se pelo doce aroma com notas de figos e ameixas secas, realçado com um toque de madeiras e especiarias.

08porto

  • Vinho do Porto Santa Luzia Fine Ruby (Santa Luzia, R$ 48,40) De importação exclusiva do empório Santa Luzia, é uma excelente opção de vinho do porto de bom custo x benefício. A classificação Ruby indica um estilo mais frutado, com aromas de frutas vermelhas em compota.

Um brinde ao Dia das Mulheres!

wine

No dia 08 de março comemoramos as mulheres. Mais do que exaltar a beleza e feminilidade, trata-se de celebrar todas as nossas conquistas nas esferas sociais, políticas e econômicas. É um dia em que o mundo exalta o feminino – de mulheres que geram vida, que constroem, transformam e lutam.

Muito se diz sobre o vinho ideal para a mulher, ou vinho com perfil feminino. Besteira! A verdade é que vinho “de mulher” é o vinho que gostamos – seja seco ou doce, branco ou tinto, leve ou encorpado.

Sendo assim, minha seleção de dia das mulheres não refere-se a estilo, e sim a vinhos com nomes femininos – sem estereótipos – como uma pequena homenagem a esta data. Vamos comemorar a liberdade de escolha, de poder degustar nossa bebida do jeito que acharmos melhor, certo? Pois como definiu bem a wine.com, rótulo é para vinho, não para mulher. Saboreie seu momento, sem disfarce e sem frescura!

022612_Ampliada

Mariana Tinto (Imp. World Wine, R$ 75,90) – O nome deste vinho é uma homenagem à freira chamada Mariana Alcoforado, famosa pelas cartas apaixonadas que escrevia para seu amado, enquanto estava enclausurada no Castelo de Beja. Reza a lenda, que o grande amor citado nas cartas era um soldado espanhol que lutava na primavera de 1666, na guerra de Portugal contra a Espanha.

A Herdade do Rocim inspirou-se nessa linda história e na proximidade com o Castelo de Beja para criar um ótimo vinho de entrada da vinícola. Fácil de beber, sem passagem por madeira, é elaborado com as uvas típicas do Alentejo e um toque de variedade estrangeira. Destaca-se pelos aromas levemente frutados, com toques de especiarias. Corpo médio, macio, é muito gastronômico e agradável.

1886596emb

Emilia Malbec/Bonarda (Imigrantes Bebidas, R$53,99): Um dos mais recentes lançamentos da vinícola Nieto Senetiner, chegou ao mercado com a proposta de agradar pelo estilo mais leve, delicado e pronto para consumo – resumindo, aquele vinho fácil de tomar.  Destaca-se pelos aromas doces de frutas maduras, com bastante intensidade de cor e baixa graduação alcoólica, perfeito para degustar mais refrescado.

vinho-tinto-portugues-rainha-colonia-carlota-joaquina-tinto-2016

Carlota Joaquina Tinto (Winefor, R$45,00) – Batizado com o nome de uma das mais irreverentes figuras de Portugal e do Brasil – a infanta espanhola Carlota Joaquina (princesa do brasil e rainha de Portugal) -, este tinto é a combinação de Castelão, Aragonez e Tricadeira, algumas das uvas mais representativas de Portugal . A Castelão dá a base: frutas vermelhas muito vivas; A Aragonez é o nome da Tempranillo em Portugal e, como tal, é responsável pela estrutura e pelos taninos marcantes; A Trincadeira, por fim, inclui especiarias e mais personalidade.

Finca La Daniela

Finca La Daniela Torrontés (Wine.com.br, R$ 58,00) Leve, fresco e com toque cítrico, esse branco traz aroma de frutas frescas como pera e pêssego, com notas florais. Elaborado com a Torrontés, a uva branca mais emblemática da Argentina, esse vinho é jovem e fácil de beber. Essa variedade tem como uma de suas principais características a intensidade aromática, que destaca rosas e jasmins. Versátil, vai bem com espetinho de camarão, penne à carbonara, risoto de frango, salada de atum, legumes assados, sardinha frita.

14464-01

Doña Paula Estate Malbec-Cabernet (wine.com.br, R$ 89,00) Tinto feito com Malbec (60%) e Cabernet Sauvignon (40%), amadurece 12 meses em barricas de carvalho francês Destaca-se pelos  aromas de fruta vermelha madura e especiarias doces, de paladar equilibrado e macio. Essa linha tem como foco principal o vinhedo, de forma a expressar no vinho as características do terroir e da variedade de uva. Fica perfeito com Bife de chorizo com batata suflê, filé ao molho madeira, assado de legumes, queijos como do reino, edam, emmental ou gouda, por exemplo.

Vinho do dia: Bossa Bellini

bossa-6

Bossa Bellini (Imp. Decanter, R$ 45,80)

Bebida emblemática dos verões italianos ganha uma versão deliciosa feita no Brasil pela vinícola Hermann. Produzido 100% com espumante da uva Chardonnay e pequena quantidade de suco de pêssego natural, é ideal para happy hour, como aperitivo antes das refeições, na praia ou à beira da piscina. Adorei a novidade e tenho sempre em casa para receber os amigos.

O Bossa Bellini destaca-se pelos agradáveis aromas florais e de pêssego, sem perder a mineralidade característica. Na boca é fresco e leve graças à perfeita proporção entre espumante e o suco natural adicionado em quantidades pequenas para manter toda vivacidade necessária a um espumante! Seco, equilibrado e persistente.

A origem do Bellini

O Bellini foi criado no épico bar italiano, pelo bartender e fundador Giuseppe Cipriani, que homenageou o famoso pintor renascentista Giovanni Bellini. Considerado um renovador do estilo veneziano, utilizava uma paleta de cores nos tons alaranjados, que serviu de inspiração para a criação do famoso coquetel.

slide-3-harrys-bar-venice-cipriani-bellini-history-cocktail-recipe
Bartender do Harry´s Bar preparando uma fileira de Bellinis

slide-4-harrys-bar-venice-cipriani-bellini-history-cocktail-recipe

Vinhos oficiais do time do coração!

vinho-e-futebolVinho e futebol, duas paixões em uma só garrafa

Informação importante para os torcedores do Corinthians e São Paulo: agora já é possível comemorar as vitórias com vinhos exclusivos de seu time do coração, ou colecionar as edições especiais das principais datas comemorativas do clube.

Projeto relativamente novo no mercado, foi desenvolvido pela Visual Kitchen, que aceitou o desafio de apresentar aos torcedores de dois dos maiores clubes brasileiros a a excelência dos vinhos do Douro. Para responder a este desafio de juntar a promoção de vinhos portugueses à paixão pelo futebol, analisaram os momentos mais marcantes dos dois times e criaram coleções personalizadas e cheias de significado, que se tornaram os vinhos oficiais dos clubes.

corinthians-vinhos
Corinthians Vinhos | www.corinthiansvinhos.com.br

Os vinhos do Corinthians

Para o Corinthians nasceu um conceito fiel às cores, aos lemas e aos cânticos do clube, criado para celebrar os principais feitos do time. Foram criados seis produtos: duas garrafas de vinho do Porto para assinalar as taças mundiais de 2000 e de 2012, que ficarão para sempre na memória de milhões de torcedores que vibraram com as copas mundiais conquistadas pelo Timão, e quatro outros vinhos portugueses – Vinho Tinto Reserva, Vinho Branco, Vinho Rosé e Vinho Tinto:

  • Vinho tinto Corinthians (Sportwine, R$ 49,00) Elaborado com as uvas tinta barroca, touriga franca e tinta roriz, típicas do Douro. Aromas de frutas vermelhas maduras, é  macio no paladar, fácil de agradar.
  • Vinho branco Corinthians (Sportwine, R$ 99,00) Feito com a uva Rabigato, é um bom exemplar desta uva branca característica de Portugal.
  • Vinho Tinto Reserva Corinthians (Sportwine, R$ 119,00) Um vinho nascido na região do Douro, em Portugal, uma combinação de frutas negras, ervas aromáticas e tostados que resulta paladar macio, com taninos finos. Um vinho criado para celebrar o instinto vencedor do Corinthians.
  • Coleção Campeão 2000 e Bicampeão 2012 (Sportwine, R$218,00) – Dois vinhos da região do Douro, em Portugal, resultado de castas tintas tradicionais e envelhecido em cascos de madeira. Tawny envelhecido em cascos de madeira, resultado de lotes de uma rigorosa seleção dos melhores vinhos, com média de idade de 40 anos.
  • Vinho Campeão 2000 (Sportwine, R$ 109,00). Tawny envelhecido em cascos de madeira, resultado de lotes de uma rigorosa seleção dos melhores vinhos, com média de idade de 40 anos.
  • Vinho Bicampeão 2012 (Sportwine, R$ 109,00) Tawny envelhecido em cascos de madeira, resultado de lotes de uma rigorosa seleção dos melhores vinhos, com média de idade de 40 anos.
spfc-vinhos
SPFC Vinhos | http://www.spfcvinhos.com.br

Os vinhos do São Paulo

Para o São Paulo FC, foi criado um conceito capaz de atrair os torcedores mais entusiasmados, uma ideia capaz de homenagear e assinalar os gloriosos anos do clube. A principal peça desta coleção é o Vinho da Fundação, que tem tiragem de apenas 1930 caixas, número que remete ao ano de criação do clube. Além do Vinho da Fundação, também foram lançados os vinhos São Paulo FC Campeão Mundial 92, Bicampeão Mundial 93 e Tricampeão Mundial 05, todos provenientes da região portuguesa do Douro. Esta coleção é acompanhada por réplicas em vidro dos troféus mundiais conquistados pelo SPFC:

  • Vinho Bicampeão Mundial 93 (Sportwine, R$ 75,00)
  • Vinho Tricampeão Mundial 05 (Sportwine, R$ 75,00)
  • Coleção Vinhos Mundiais 92, 93 e 05 (Sportwine, R$ 225,00)
  • Kit Bicampeão Mundial 93 (Sportwine, R$ 125,00) Kit composto por Vinho do Porto Tawny e uma réplica em vidro, em ¼ do tamanho original, do troféu mundial conquistado pelo São Paulo Futebol Clube no ano de 1993.
  • Kit Tricampeão Mundial 05 (Sportwine, R$ 125,00) Kit composto por Vinho do Porto Tawny e uma réplica em vidro, em ¼ do tamanho original, do troféu mundial conquistado pelo São Paulo Futebol Clube no ano de 1993.
  • Coleção Kits Mundiais 93 (Sportwine, R$ 375,00)

Peça pela uva: Pinot Noir

Pinot Noir Wine bottle label hand lettering design on watercolorA delicada Pinot Noir

Entre as uvas tintas mais populares, a Cabernet Sauvignon é a mais conhecida quando pensamos em vinhos encorpados, ricos e estruturados. Em sentido oposto, a Pinot Noir é sempre lembrada pela delicadeza, frescor e sutileza de aromas e sabores. Nascida na Borgonha, França, região sublime para a uva e responsável por alguns dos vinhos mais caros e cobiçados do mundo, adaptou-se também em outros países e hoje destaca-se com maestria em diversas regiões pelo globo. Uva considerada “temperamental”, prefere climas mais frios para apresentar todo o seu potencial, por isso conseguiu bons resultados na Nova Zelândia, em regiões como Oregon, na Califórnia, e também nos vales chilenos de Casablanca e San Antonio, assim como nas zonas mais altas do Vale de Uco, em Mendoza.

Como ela é? Em geral, a Pinot dá origem a vinhos delicados, com raras exceções. Se você prefere vinhos mais adstringentes e robustos, aqui não vai encontrar. Em versões mais simples, a Pinot tem um corpo leve e aromas frescos de framboesa, cereja fresca, ou apresenta caráter floral, com paladar de boa acidez e textura aveludada. Em alguns casos, no Chile, a Pinot Noir oferece estrutura e corpo, mas esta não é a regra. Na Argentina, existem poucos grandes expoentes de estilo clássico, elegantes, complexos e de alto preço. Mas recentemente desembarcaram vários rótulos acessíveis que respeitam a cor pálida e a textura sedosa, típica da variedade.

https://i1.wp.com/winefolly.com/wp-content/uploads/2013/04/pinot-noir-red-wine-compared-to-other-red-wine.jpg
Fonte: Winefolly.com

Com o que harmonizo? Ideal para acompanhar peixes gordos como o atum, a garoupa e o salmão. Vai bem também com carnes brancas, como o peru ou frango, sobretudo refogados ou assados. Ainda combina perfeitamente com saladas que incluem carne ou com massas e vegetais.

E a taça? Existe uma ideal? Se você tem sérias intenções com a Pinot Noir, é possível que esteja interessado em comprar a taça “certa” para aproveitar ao máximo as características desta uva. Não há regras específicas sobre qual comprar, mas em geral as taças com bojo mais amplo ajudam a perceber os aromas mais delicados da Pinot Noir.00

Curiosidades:

  • Pinot Noir é a 10ª uva mais plantada no mundo.
  • Pinot Noir é uma das uvas mais antigas, com 1.000 anos a mais do que a Cabernet Sauvignon.
  • A Alemanha é o 3º maior produtor de Pinot Noir, atrás somente da França e dos Estados Unidos. Conhecida como Spätburgunder, são muito característicos e disputados por consumidores de todo o mundo.
  • Onde tem Pinot Noir, tem Chardonnay. Há estudos que indicam que a Chardonnay é um cruzamento de Pinot Noir e Gouais Blanc, e por esta razão a Chardonnay e a Pinot Noir são muitas vezes cultivadas no mesmo terroir. (Ex:. Oregon, Bourgogne e Chile).

Boas compras de Pinot Noir:

 

01-casillero-del-diablo

  • Cono Sur Bicicleta Pinot Noir (Ville du Vin, R$58,00) – Destaca-se pelos aromas de frutas silvestres e cereja combinadas com algo de tostado. No paladar é redondo, com leve doçura, e taninos finos que lhe conferem uma rica estrutura. Equilibrado e com estilo próprio do Novo Mundo, é um vinho puro e simples, um Pinot Noir jovem e refrescante.

 

03-aurora-varietal

  • Aurora Varietal (Pão de Açúcar, R$ 28,25) – Uma das opções mais acessíveis do mercado, destaca-se por ser elaborado pelo processo de maceração carbônica, mais sutil, e que confere aromas bastante frescos e frutados e um paladar delicado. Vinho bastante jovem e muito agradável. Como mencionado por críticos, a Pinot noir é uma uva difícil, classuda e sempre associada a grandes rótulos. Mas pode ser também uma bebida muito leve, fresca e descomplicada, como este exemplar nacional.

 

06-adobe-reserva

  • Emiliana Adobe Pinot Noir (Vino Mundi, R$ 54,90) – Na minha opinião, uma das melhores opções de bom custo x benefício do mercado, nunca decepciona. Destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas frescas, como amoras, notas florais e toques de especiarias, como canela. No paladar, o vinho é equilibrado, com taninos sutis e macios e boa acidez. Seu final de boca é longo e persistente.
07-root
  • Root: 1 Pinot Noir (Wine.com, R$ 46,00) – Boa opção encontrada no site da wine.com, é fresco, com corpo entre leve e médio e taninos discretos. No nariz, tem aroma de morango, cereja, framboesa, notas de especiarias e baunilha. Elaborado pela moderna vinícola Ventisquero, esse rótulo, cujo nome faz referência à primeira raiz da videira, que posteriormente se transforma na raiz mãe, é indicado para os mais diversos momentos e harmonizações, devido ao seu estilo jovem e fácil de agradar. 25% do vinho amadurece por 10 meses em barricas de carvalho, o que confere estas notas mais adocicadas no nariz. Vai bem com iscas de filé acebolado, batata recheada com carne seca, arroz carreteiro, atum grelhado com purê de mandioquinha, espaguete à bolonhesa e queijos semiduros.
08-turning-leaf
  • Turning Leaf Pinot Noir (Wine.com, R$ 46,00) – Outro achado da wine.com, é uma boa opção para conhecer os Pinots simples da California. Destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas e nuances de especiarias. É leve e macio em boca, com toque de doçura e agradável frescor. Breve estágio em barricas de carvalho francês e americano. Combina com atum grelhado com legumes salteados, mix de cogumelos na manteiga, quiche royale, ravióli de abóbora com carne seca, galeto assado, pizza marguerita.

 

Verão Chandon: Colors Collection com novas cores!

CHANDON BRUT COLORS COLLECTION

O Pack Chandon Brut Colors Collection está de volta com design exclusivo da nova campanha Verão Chandon! Nesta campanha, Verão Chandon é mais que uma estação do ano, é um estado de espírito. É leve, suave e alegre. Tem charme! É o período que concentra as melhores festas e convida todos a comemorar de um jeito chic, cool e bem brasileiro. São vários os produtos lançados com esta temática, mas alguns ainda não estão disponíveis para venda. Estou acompanhando de perto e em breve aparece por aqui!

O mais legal deles é o Chandon Collors Collection. Composto por uma garrafa de Chandon Réserve Brut 750ml e duas taças de acrílico colecionáveis (mesclando os tons rosa, laranja, roxo e verde), é ideal para presentear e sucesso absoluto nas festas de final de ano! Confira onde encontrar a sua:

Vito, os italianos cheios de charme da Piccini

layout

Novidade no portfólio da importadora Vinci, a linha Vito é uma excelente opção de italiano em sua faixa de preço.  Os três vinhos da linha são elaborado pela Tenute Piccini, vinícola estabelecidas há quatro gerações no coração da Toscana, e que se destaca pela combinação entre modernas técnicas de vinificação com toda a tradição das práticas regionais. Esta receita garantiu um enorme sucesso, fazendo com que Piccini se tornasse o segundo maior produtor da Toscana, atrás somente da tradicional família Antinori!

O Vito branco, rosé e tinto são vinhos saborosos e fáceis de gostar, de excepcional relação qualidade/preço, e destacam-se pela fruta e pelo delicioso frescor. Apesar de não terem o acento regional das uvas italianas, é uma boa opção para o dia-a-dia.

vito-jpg

  • Vito Chardonnay (Imp. Vinci, R$ 48,93): Este delicioso Chardonnay mostra notas florais de frutas tropicais, perfeito para o dia a dia. Pode ser bebido sozinho mas acompanha muito bem uma infinidade de pratos mais leves e delicados.
  • Vito Syrah Rosé (Imp. Vinci, R$ 48,93) Elaborado com a uva Syrah, combina notas suculentas de frutas vermelhas com uma ótima acidez. Vai bem com aperitivos e carnes leves, como aves e peixes em preparos mais simples.
  • Vito Cabernet Sauvignon (Imp. Vinci, R$ 48,93): A uva Cabernet Sauvignon deu origem a um vinho surpreendentemente macio e cheio de fruta, que fica ainda mais gostoso se servido levemente refrescado. Um ótimo tinto para os dias mais quentes!

 

 

%d blogueiros gostam disto: