Os achados do Club des Sommeliers

Um dos posts mais acessados aqui no blog é este aqui, a respeito do Club des Sommeliers. Também, pudera: a linha de vinhos exclusiva do Pão de Açúcar é um sucesso absoluto desde seu lançamento. Percebi que o post foi escrito – pasmem – em 2013 e acredito que mereça uma atualização.

É preciso deixar o preconceito de lado para conhecer a linha Club des Sommeliers. A marca, exclusiva do Grupo Pão de Açúcar, conta com mais de 90 rótulos de 11 países diferentes –  a seleção, proveniente das melhores regiões vinícolas do mundo, é feita por um time de especialistas em vinho, liderado por Carlos Cabral, um dos mais importantes enófilo do Brasil. Lançada em 2000, tem como objetivo oferecer a preços acessíveis vinhos bem conhecidos dos principais países produtores, como França, Itália, Portugal, Chile e Argentina. São vinhos para serem degustados no dia a dia e também em ocasiões mais especiais, celebrando os melhores momentos da vida. 

Tamanha diversidade permite aos iniciantes conhecer e degustar vinhos do mundo inteiro com ótimo custo-benefício, resultado da equação de bons produtores e melhores negociações comerciais. Mesmo aqueles que já estão habituados a tomar vinho podem se surpreender com boas opções para o dia-a-dia.

Os rótulos da marca são fáceis e ajudam os consumidores a entender as informações rapidamente, que é a principal dificuldade para aqueles que precisam escolher entre tantas opções nas gondolas. Cada vinho traz uma imagem-ícone de seu país e informações sobre a uva utilizada na sua elaboração, além de dicas de harmonização e da taça mais adequada para o serviço. Uma informação importante está no contra-rótulo, que traz o nome do produtor daquele vinho. É comum encontrar produtores bem conhecidos responsáveis por alguns dos vinhos do Club des Sommeliers, o que só agrega valor a marca. Recentemente os rótulos passaram por uma reformulação e estão super modernos, acompanhando as principais tendências mundo afora.

Todas as iniciativas rumo à popularização da cultura do vinho no Brasil são válidas e merecem destaque. Da próxima vez que for a uma das lojas do Extra ou Pão de Açúcar, leve uma garrafa para degustar! Precisa de ajuda? Confira o que considero os principais destaques da linha:

Espumantes e frisantes:

  • CLUB DES SOMMELIERS Frisante tinto – Brasil, Serra Gaucha (Adega Pão de Açúcar, de R$ 32,99 por R$ 23,09):  Ideal para quem gosta deste estilo de espumante, com menos borbulhas, pouca graduação alcoólica e certa doçura no paladar. Elaborado no Brasil pela vinícola Aurora, tem aromas frutados, bem refrescante e suave em boca. Consumir bem gelado, como apertivo ou petiscos diversos.
  • CLUB DES SOMMELIERS 20 Anos Cabral – Brasil, Serra Gaucha (Adega Pão de Açúcar, de R$ 66,99 por R$ 53,59): O Brasil tem enorme vocação para elaboração de espumantes, isto já não é novidade. Este espumante é uma edição especial e apresenta bem o potencial do país para borbulhas com mais corpo e estrutura. Feito com Pinot Noir, tem boa perlagem e destaca-se pelos aromas frescos com toque de ervas aromáticas. Paladar com excelente estrutura, boa cremosidade, mostrando-se bastante equilibrado e refrescante. Ideal para momentos além do brindem acompanhando com maestria pratos diversos como Paella, espaguete alla marinara, yakissoba, sashimi, frango ao curry e filé de salmão.
  • CLUB DES SOMMELIERS Moscatel – Brasil, Serra Gaucha (Adega Pão de Açúcar, de R$ 32,49 por R$ 25,99): Prata da casa, este aqui é figurinha carimbada em diversas sugestões do blog. Feito pela Salton, na Serra Gaucha, apresenta aromas de frutas cítricas, pêssego e algo de damasco e notas florais. Bem delicado em boca, tem doçura e acidez na medida certa. Ótimo exemplar da uva Moscato. Vai bem como aperitivo ou acompanhando tortas, saladas de fruta e sorvetes
  • CLUB DES SOMMELIERS Vibrant Brut – Brasil, Rio Grande do Sul (Adega Pão de Açúcar, de R$ 44,99 por R$ 35,99). Espumante brut feito pela Salton com as uvas Chardonnay, Prosecco e Trebbiano, tem aromas de frutas cítricas, maçã verde e notas tostadas. Fresco e agradável no paladar, vai bem com canapés, queijos suaves, peixes e frutos do mar diversos.
  • CLUB DES SOMMELIERS Vibrant Demi Sec – Brasil, Rio Grande do Sul (Adega Pão de Açúcar, de R$ 44,99 por R$ 35,99). Espumante Demi Sec feito pela Salton com as uvas Chardonnay, Prosecco e Trebbiano, tem aromas de frutas cítricas, damasco, maçã verde e notas tostadas. Fresco e agradável no paladar, tem um toque mais adocicado do que a versão Brut descrito acima.

Brancos:

  • CLUB DES SOMMELIERS Riesling Reserva – Chile, Valle de Maule (Adega Pão de Açúcar, de R$ 69,99 por R$ 48,99): Elaborado pela Viña Carta Vieja, uma das grandes vinícolas do Chile, é um bom achado desta uva que é uma das preferidas dos sommeliers. Ótima oportunidade para conhecer este exemplar de uva branca, que destaca-se pelos aromas complexos de flores de frutas como lima, maçã verde e lichia. Apresenta acidez equilibrada, frescor e persistência no paladar. Indicado para servir com frutos do mar, aves e queijos delicados.
  • CLUB DES SOMMELIERS Vinho Verde – Portugal, Vinho Verde (Adega Pão de Açúcar, de R$ 59,99 por R$ 41,99): Leve e delicado como é de se esperar deste estilo, tem aromas frutados, com destaque para os cítricos e frutas de polpa branca, como pêra e pêssego. Paladar frutado, fresco, harmonioso e ligeiramente frisante. Ideal para aperitivo, pratos leves a base de peixe e queijos frescos.
  • CLUB DES SOMMELIERS Xarello – Espanha, Penedés (Adega Pão de Açúcar, de R$ 79,99 por R$ 55,99). Difícil encontrar um branco elaborado com a uva Xarello, mais conhecida na composição dos Cavas, traduicionais espumantes espanhóis. Uma grata surpresa este branco, que se destaca pelos aromas cítricos e paladar fresco, com acidez na medida certa. Vai bem com uma infinidade de pratos, como arroz de pescado, crustáceos, saladas de arroz, mariscos, moluscos, massas com molho de tomate, pescado branco, pescados com molho e pizzas.

Tintos:

  • CLUB DES SOMMELIERS NEGROAMARO Puglia IGT – Itália, Puglia (Adega Pão de Açúcar, de R$ 59,99 por R$ 41,99): Elaborado na ensolarada região da Puglia, é feito com a ainda pouco conhecida uva Negroamaro, com aromas distintos que lembram especiarias e alcatrão. Bem versátil para harmonização, acompanha bem pizzas, massas diversas e carnes em geral.
  • CLUB DES SOMMELIERS Cabernet Sauvignon Reserva – Chile, Valle de Maule (Adega Pão de Açúcar, de R$ 69,99 por R$ 48,99): Clássico Cabernet Sauvignon do Chile, tem aromas frutados maduros com notas de baunilha, tabaco e café. Paladar equilibrado, com taninos e acidez bem balanceados. Excelente para acompanhar assados de carne vermelha, cozidos em geral e massas com molhos vermelho e funghi.
  • CLUB DES SOMMELIERS Cabernet Sauvignon – Chile, Valle de Maule (Adega Pão de Açúcar, de R$ 44,99 por R$ 31,49): Versão mais simples e frutada do anterior, destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas frescas e nota de especiarias doces, típicos da casta. Boa opção para dia-a-dia e para acompanhar pratos simples do cotidiano.
  • CLUB DES SOMMELIERS Malbec Reserva – Chile, Valle de Maule (Adega Pão de Açúcar, de R$ 69,99 por R$ 48,99). Feito no chile com a uva Malbec, segue o estilo dos similares argentinos. Aromas frutados com destaque para cerejas maduras, com notas de especiarias doces. Encorpado no paladar, tem boa estrutura, taninos macios e algo de tostado no final. Vai bem com massas com molho condimentado, churrasco, carnes grelhadas e assadas.
  • CLUB DES SOMMELIERS Regional Tejo – Portugal, Lisboa (Adega Pão de Açúcar, de R$ 59,99 por R$ 41,99): Gosto de ver a evolução dos vinhos portugueses nas gôndolas dos supermercados. Feito com uvas típicas da região, tem aromas predominantes de frutas vermelhas, um toque de especiarias e grãos torrados. Frutado, macio, bem estruturado e harmonioso no paladar. 
  • CLUB DES SOMMELIERS Regional Alentejano – Portugal, Alentejo (Adega Pão de Açúcar, de R$ 69,99 por R$ 48,99): Típico tinto alentejano, destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas e notas tostadas. Paladar macio e equilibrado, tem ótima acidez. Acompanha bem pratos mediterrâneos à base de azeite e vegetais, culinária indiana, chinesa e queijos macios.
  • CLUB DES SOMMELIERS Roble Malbec – Argentina, Mendoza (Adega Pão de Açúcar, de R$ 69,99 por R$ 48,99). Elaborado com a uva típica da Argentina pela gigante Peñaflor, agrada quem gosta de vinhos com passagem por barricas. Destaca-se pelos aromas doces de frutas maduras como amora e ameixa e notas de baunilha, provenientes do carvalho. Ideal com pratos étnicos, carne grelhada, massas com molhos condimentados e cozidos com toques picantes.
  • CLUB DES SOMMELIERS Suave Cabernet Franc – Brasil, Serra Gaucha (Adega Pão de Açúcar, de R$ 27,99 por R$ 16,79). Opção para quem está se aventurando do vinho de mesa para os classificados como “vinho fino”, feitos com outras variedades de uvas. Este aqui é feito pela Vinícola Aurora com a uva Cabernet Franc, tem baixa graduação alcoólica e açúcar residual, que deixa o vinho com certa doçura no paladar, mas sem ser enjoativo. Agrada quem gosta de vinhos leves, sem aquela sensação adstringente dos taninos típicos dos tintos.
  • CLUB DES SOMMELIERS Selection Pinot Noir – Argentina, Vale do Uco (Adega Pão de Açúcar, de R$ 99,99 por R$ 69,99). Difícil encontrar Pinot Noir bem feito a preços convidativos – uva delicada, é necessário certa experiência no manejo e locais mais frios para crescer com as características que se espera desta uva. Este aqui surpreende pelos aromas doces de frutas maduras, como amora e ameixa, e notas de baunilha. Na boca é agradável, com boa acidez e algo de frutas vermelhas no final de boca. Vai bem com pratos mais leves, como um roastbeef fresquinho, por exemplo.

Sobremesas:

  • Porto CLUB DES SOMMELIERS Tawny  – Portugal, Douro (Adega Pão de Açúcar, de R$ 89,99 por R$ 62,99): Elaborado em Portugal pela Casa Manoel D. Poças Junior, é feito com um blend de uvas tintas e segue o método de elaboração típico dos vinhos do Porto Tawny. Ideal como vinho de sobremesa ou, se servido ligeiramente fresco, como aperitivo. Acompanha na perfeição queijos, pastelaria variada, frutos secos ou doces. 

Garrafas magnuns:

  • CLUB DES SOMMELIERS Sauvignon Blanc 1500ml  – Chile, Valle Central (Adega Pão de Açúcar, de R$ 59,99 por R$ 41,99): Ótima opção para fazer bonito em um grupo maior de convidados. Sauvignon Blanc típico do Chile, com aromas cítricos, fresco e leve no paladar. Vai bem como aperitivo, entradas leves e frescas e pratos à base de peixes e molhos delicados.
  • CLUB DES SOMMELIERS Carménère 1500ml – Chile, Valle Central (Adega Pão de Açúcar, de R$ 74,99 por R$ 52,49). Garrafa bonita e chamativa, tem o equivalente a duas garrafas de vinho e impressiona os convidados. Carménère chileno bem elaborado, tem aromas de frutas vermelhas frescas, paladar macio e redondo.

Coquetéis de verão com Freixenet Ice

Freixenet criou receitas de coquetéis com Cava, perfeitas para os dias mais quentes

Para aplacar o calor do verão, a Freixenet, referência na elaboração dos famosos espumantes espanhóis, preparou uma seleção de coquetéis refrescantes feitos com Cava Freixenet Ice.

Para quem não conhece, a linha Ice é feita pensando naqueles que gostam de beber seu vinho preferido com gelo. Os mais puritanos torcem o nariz para o estilo, mas não é preciso se envergonhar – diversos produtores estão apostando em versões Ice e a bebida é perfeita para o preparo de coquetéis.

Elaborado com as uvas Macabeo, Xarel·lo e Parellada e um toque de Chardonnay, Freixenet Ice destaca-se pelos aromas de pêssegos, peras, flores e frutas tropicais. A versão rosé é feita com blend das uvas Garnacha e Pinot Noir, além do toque de Chardonnay. No nariz, tem aroma intenso de frutas vermelhas, framboesas e morangos. Ambos com paladar bem frutado e com final fresco e agradável.

Conheça abaixo cinco opções de drinks sugeridos pela Freixenet, que combinam bem em qualquer hora do dia:

Freixenet Ice Clericot

Ingredientes:
* Cubos de gelo
* 20ml de Cointreau
* Kiwi
* Carambola
* Uva
* Limão
* Completar com Cava Freixenet Ice

Modo de preparo:
Em uma taça com gelo, acrescente todos os ingredientes e misture delicadamente.

Freixenet Ice Perfect Serve Strawberry

Ingredientes:
* Cubos de gelo
* Morangos cortados
* Completar com Cava Freixenet Ice

Modo de preparo:
Em uma taça com gelo, acrescente todos os ingredientes e misture delicadamente.

Freixenet Pink on Ice

Ingredientes:
* Cubos de gelo
* 60ml de Água Tônica
* 15ml de Xarope de Melancia
* Completar com Cava Freixenet Ice Rosé

Guarnição
* Uma rodela de Pitaya

Modo de preparo:
Em uma taça com gelo, acrescente todos os ingredientes e misture delicadamente. Decore com uma rodela de Pitaya.

Freixenet Cherry Bomb

Ingredientes:
* Cubos de gelo
* 10ml de Xarope de Cereja
* Completar com Cava Freixenet Ice Rosé

Guarnição
* Cerejas e ramos de alecrim

Modo de preparo:
Em uma taça com gelo, acrescente todos os ingredientes e misture delicadamente. Decore com as cerejas e o ramo de alecrim.

Freixenet Tropical Ice

Ingredientes:
* Cubos de gelo
* 40ml de suco de abacaxi com hortelã
* Complete com Cava Freixenet Ice Rosé

Guarnição
* Folhas de hortelã

Modo de preparo:
Em uma taça com gelo, acrescente todos os ingredientes e misture delicadamente. Decore com folhas de hortelã.

Onde comprar:

Cava Freixenet:

Cava Freixenet Ice Rosé:

  • Baccos, de R$ 99,90 por R$ 79,92
  • Loja Freixenet, R$ 98,40 (na compra de 1 garrafa ganhe 1 taça de acrílico)

Vinho do dia: Bossa Bellini

bossa-6

Bossa Bellini (Imp. Decanter, R$ 45,80)

Bebida emblemática dos verões italianos ganha uma versão deliciosa feita no Brasil pela vinícola Hermann. Produzido 100% com espumante da uva Chardonnay e pequena quantidade de suco de pêssego natural, é ideal para happy hour, como aperitivo antes das refeições, na praia ou à beira da piscina. Adorei a novidade e tenho sempre em casa para receber os amigos.

O Bossa Bellini destaca-se pelos agradáveis aromas florais e de pêssego, sem perder a mineralidade característica. Na boca é fresco e leve graças à perfeita proporção entre espumante e o suco natural adicionado em quantidades pequenas para manter toda vivacidade necessária a um espumante! Seco, equilibrado e persistente.

A origem do Bellini

O Bellini foi criado no épico bar italiano, pelo bartender e fundador Giuseppe Cipriani, que homenageou o famoso pintor renascentista Giovanni Bellini. Considerado um renovador do estilo veneziano, utilizava uma paleta de cores nos tons alaranjados, que serviu de inspiração para a criação do famoso coquetel.

slide-3-harrys-bar-venice-cipriani-bellini-history-cocktail-recipe
Bartender do Harry´s Bar preparando uma fileira de Bellinis

slide-4-harrys-bar-venice-cipriani-bellini-history-cocktail-recipe

Vinho do dia | Salton Poética Rosé Brut

16-Salton
  • Salton Poética Rosé Brut, Brasil (Sup. Sonda, R$ 42,30)

Espumante rosé elaborado pela Salton, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, é daqueles vinhos curingas para ter na adega e receber os amigos em festas, eventos e reuniões. Feito com as uvas Pinot Noir e Chardonnay em método Charmat, com segunda fermentação em tanques de aço inox, destaca-se pela delicada coloração rosada, brilhante, com borbulhas finas e persistentes. Aromas de frutas vermelhas e notas cítricas, daquelas que refrescam o olfato e instigam o paladar. Na boca é cremoso, leve e refrescante, com um agradável final de boca. Fica ainda melhor se acompanhado com canapés, peixes grelhados com azeite de oliva, especialmente salmão, risoto com frutos do mar e pratos com camarões.

Vinho do dia| Espumante Salton Evidence

As borbulhas anunciam a chegada de um ano novo, feliz 2015! Que o ano seja repleto de luz, amor, saúde, prosperidade e ainda mais vinhos para abrir e brindar com as pessoas queridas. Assim, sem grandes motivos. Todo dia é dia de celebrar e é isto o que eu desejo à você neste ano que se inicia!

E para provar que isto é possível, vou começar o ano tirando do papel uma ideia antiga: selecionar todo dia, até o final do ano, um vinho de bom custo benefício para você descobrir, degustar e conhecer. O vinho fácil, descomplicado, acessível e… diário!

#01 | Espumante Salton Evidence

Não me canso de repetir que o espumante nacional é uma das grandes descobertas deste vasto universo. Os produtores estão investindo cada vez mais neste segmento e os espumantes de entrada são fáceis de agradar, geralmente com bastante fruta no nariz e uma acidez que limpa e refresca o paladar. Este Salton Evidence é um corte de 70% Chardonnay e 30% Pinot Noir, teve parte de seu mosto fermentado e mantido com suas leveduras em barricas de carvalho francês por um período de 6 meses, o que agrega certa cremosidade na boca. Cor amarelo palha com reflexos dourados. No nariz, tem aromas de pão torrado, frutas cítricas, maçãs, notas florais e de baunilha. Tudo bem delicado. Paladar fresco, porém mais persistente do que muitas opções na mesma faixa de preço. Recomendo para abrir uma refeição ou bebericar a longos goles com os amigos.

Um brinde ao ano que se inicia! Cheers!

Novas cores de Chandon Colors Collection

Já estão no mercado as novas taças de Chandon Colors Collection, sempre um sucesso de vendas nesta época do ano.  O pack de Chandon Colors Collection Brut vem com duas novas combinações de cor: laranja com azul escuro e rosa com azul turquesa. Para quem prefere Chandon Rosé, o pack de Chandon Colors Collection Rosé vem com duas taças, uma lilás e outra rosa claro.

Os kits já estão disponíveis nas principais delicatessens, empórios e supermercados de todo o Brasil, como estes listados aqui:

 

Sangrias refrescantes para a primavera

A famosa sangria, tão tradicional na Espanha, é a bebida ideal para acompanhar tardes agradáveis entre amigos. Feita geralmente com vinho tinto leve e fresco, frutas da época e um pouco de água com gás ou espumante, é fácil de fazer, fácil de beber e é perfeita para receber a estação mais colorida do ano. Além disso, para muitos consumidores serve como porta de entrada para o mundo do vinho, já que são atraídos pelos sabores frutados desta tradicional e deliciosa bebida. Selecionei aqui algumas receitas bem legais entre modernas e clássicas encontradas no site Wine Folly, sempre tão citado por aqui e que merece uma visita! 😉

white-peach-sangria

Sangria com pêssegos e cava

  • 750 ml de Cava ou Prosecco (de preferência vinho com boa acidez ou aromático, como Torrontés, Chenin Blanc, Riesling ou Pinot Grigio)
  • ¼ xícara de Brandy ou Triple Sec
  • 2 a 3 colheres de sopa de açúcar
  • 3 a 4 pêssegos
  • Suco de 1 limão
  • Gelo a gosto

Observação: Esta receita é super simples e DELICIOSA! Adicione o brandy e o suco de limão no fundo do jarro. Corte os pêssegos em cubos e adicione gelo. Cubra com Cava ou Prosecco e sirva imediatamente. Conforme descansa, o pêssego vai macerando na jarra e incorporando na bebida.

Sangria com vinho tinto e Grapefruit

  • 750 ml de vinho tinto (vinho frutado de médio corpo como Garnacha, Merlot ou Tempranillo)
  • 1 xícara de suco de grapefruit (toranja)
  • Suco de 2 limões
  • ¼ xícara de açúcar

Sangria com vinho branco

  • 750 ml de vinho branco (de preferência vinho com boa acidez ou aromático, como Torrontés, Chenin Blanc, Riesling ou Pinot Grigio)
  • 1/4 ou 1/2 xícara de açúcar
  • Suco de 1 limão
  • Frutas diversas para decoração (pêssegos, maçãs, cerejas, morangos ou frutas cítricas)

Observação: Você pode utilizar quase todo tipo de fruta para decorar uma sangria de vinho branco. Enquanto algumas receitas sugerem a adição de rum, brandy, vodka ou limoncello, eles optaram por adicionar cava, o que agrega mais acidez e frescor. Use apenas 1/4 de xúcara de açúcar caso prefira bebidas menos doces.

Sangria clássica

  • 750 ml de vinho tinto (vinho frutado de médio corpo como Garnacha, Merlot ou Tempranillo)
  • 1 xícara de soda, água com gás ou espumante para finalizar
  • ¼ a ½ xícara de açúcar
  • Suco de 1 laranja ou 1 limão ou 2 limas
  • Rodelas de limão para decorar

Observação: Na preaça central de Haro, na Espanha (Rioja), você pode encontrar Sangria feita de com um vinho tinto local simples (um blend de Tempranillo e Garnacha), açúcar granulado, água com gás e algumas fatias de frutas cítricas (laranjas, limões ou limas). As sangrias são feitas na hora e servidas em jarros com gelo e uma colher para mexer o líquido e as frutas. Este estilo é bem cítrico e refrescante, e o sabor do vinho fica em evidência. Use apenas 1/4 de xícara de açúcar caso prefira bebidas menos doces.

 

Bossa de primavera

formula-da-bossa-nova

O espumante brasileiro já é motivo de orgulho nacional e vem conquistando o paladar dos consumidores adeptos das borbulhas leves e refrescantes, sem grandes pretensões. Para quem ainda não descobriu as virtudes dos espumantes nacionais, pode provar sem medo, já que há muitas opções interessantes disponíveis no mercado. Um belo exemplo degustado recentemente e que surpreendeu pelo equilíbrio foram os espumantes da linha Bossa, da vinícola Hermann.

A família Hermann trouxe todo o seu know-how de profundos conhecedores de diversas regiões vinícolas do mundo para a esfera da produção de vinhos, apostando no potencial dos melhores terroirs da região sul do Brasil. Compraram em 2009 um vinhedo de grande vocação em Pinheiro Machado, na serra do Sudeste no Rio Grande do Sul, e desde então estão apostando em vinhos tintos e espumantes de excelente qualidade.

A linha Bossa é uma referência aos ritmos da Bossa Nova, que revelou a música brasileira para o mundo, com sua cadência ritmica tropical, sensual e única. No universo do vinho, a vocação de expressar a tipicidade e qualidade do terroir brasileiro. Além de frescos e equilibrados, a linha destaca-se também pelo conceito e pelo ótimo custo-benefício. Impossível não agradar naquele fim de tarde colorido, típico da primavera que se aproxima. Conheça as opções disponíveis no mercado:

  • Bossa nº 1Bossa Nº 1 Brut (Imp. Decanter, R$ 35,60): Elaborado com a uva Chardonnay pelo método Charmat, destaca-se pelos aromas de frutas cítricas, florais e leves notas de pão. Na boca é fresco, equilibrado e persistente. Perfeito com canapés diversos, sushis e sashimis, saladas com frutos do mar e aperitivos em geral.

 

  • Bossa nº 2Bossa N°2 Demi-Sec (Imp. Decanter, R$ 35,60): Também 100% Chardonnay, com aromas de frutas cítricas doces, aromas florais e um toque de mel. Na boca é fresco, levemente adocicado, de acidez equilibrada. Ideal para petiscos, canapés, torradas leves, podendo acompanhar frutas.

 

  • Bossa nº 3Bossa N°3 Brut Rosé (Imp. Decanter, R$ 35,60): Espumante rosé elaborado com as uvas Pinotage, Cabernet Franc e Merlot, tem aromas frutados de frutas frescas, como morango e cereja, notas de pão e flores. Paladar fresco, macio, de moderada persistência. Gostoso com antepastos, frios, sushis e sashimis de atum.

 

  • Bossa nº 4Bossa N°4 Moscatel (Imp. Decanter, R$ 35,60): Feito com as uvas Moscato Bianco, Moscato Giallo e Malvasia, tem aromas agradáveis de frutas tropicais como abacaxi, mel e flores brancas. Ótima acidez, frescor e equilíbrio. Ideal para acompanhar sobremesas à base de frutas, cheesecake com calda de frutas vermelhas. Perfeito com o panettone do final de ano ou no happy-hour.

 

 

As boas compras da Wine Enthusiast

A Wine Enthusiast, tradicional publicação americana de vinhos, divulgou nas últimas semanas sua tão esperada Top 100 Best Buys of 2012. A lista considera os melhores vinhos disponíveis no mercado americano de até US$ 15,00, valor bem interessante se convertermos para a nossa realidade.

Segundo os editores, este ranking é um dos mais diversificados e excitantes entre os já publicados, reforçando a incrível variedade de vinhos acessíveis e de alta qualidade disponíveis no mercado. Confira a relação completa aqui ou se preferir, vá direto nas boas opções disponíveis no Brasil:

BRANCOS:

  • Rapariga da Quinta Branco, Portugal (Wine Commerce, R$ 34,00)
  • Tons de Duorum Branco, Portugal (Menu Especial, R$ 35,90)
  • Rosemount Diamond Label Chardonnay, Austrália (Imp. Vinci, R$ 49,96)
  • Falcoaria Branco, Portugal (Imp. Grand Cru, R$ 59,00)
  • Peñalolen Sauvignon Blanc, Chile (Rei dos Whiskys, R$ 65,09)
  • Nimbus Single Vineyard Sauvignon Blanc, Chile (Vinhocracia, R$ 67,90)

TINTOS:

ESPUMANTE E ROSÉ: