10 vinhos abaixo de 80,00 para a Páscoa

Ao que tudo indica, este ano a Páscoa seguirá diferente – a orientação permanece sendo para ficar em casa. Sim, fique em casa na sexta-feira Santa e até no domingo de Páscoa – não precisamos dar sorte ao azar. Vamos aproveitar o momento para nos conectar com o que é importante – e ficar juntos, mesmo que, fisicamente, seja à distância.

Por que não preparar uma receita especial e enviar com uma garrafa de vinho para os familiares mais próximos? Além de ser simbólico nesta data religiosa, o almoço de Páscoa pode ficar ainda mais saboroso e acolhedor graças à combinação do vinho certo com as receitas típicas da ocasião. A escolha do vinho deve levar em consideração os estilos que evidenciem e valorizem o sabor desses alimentos.

bacalhau, estrela do cardápio, é um peixe de sabor intenso e a combinação perfeita com o vinho dependerá muito da maneira como será preparado. Nas receitas com leite de coco ou cremes, os brancos são mais indicados, especialmente os Chardonnays encorpados e com passagem por carvalho. Quando assado com legumes, os tintos de corpo médio são ideais, já que seus taninos sutis não conflitam com o salgado do peixe.

Caso prefira peixes mais delicados, como o salmão, opte pelos vinhos rosados ou tintos leves, especialmente Pinot Noir. Já o linguado pode ser acompanhado por brancos de uvas Sauvignon Blanc ou até mesmo espumantes como os Bruts nacionais ou Prosecco.

Além do bacalhau, na Páscoa brilham também os chocolates e patisserie, como as colombas. Nesse caso, os vinhos do Porto são imbatíveis, com doçura e álcool na medida certa para valorizar o sabor do doce mais amado do mundo. Brancos doces ou espumantes acompanham muito bem os doces leves e fecham com maestria uma refeição gostosa e afetiva, como um abraço de vó.

Confira uma seleção garimpada com o que há de melhor nesta faixa de preço para acompanhar estas delícias de Páscoa:

Para começar a refeição:

Wave Rosato IGT (Vivavinho, de R$ 69,90 por R$ 49,90) Rosé italiano elaborado com as uvas Nerello Mascale e Syrah, é super leve e refrescante, ideal para abrir o almoço de Páscoa. Vai bem com os petiscos diversos que pede a ocasião.

Vila Nova Vinho Verde (Vivavinho, de R$ 89,90 por R$ 69,90) Vinho verde é um clássico para a Páscoa. Há diversos estilos, para todos os bolsos e ocasiões – os mais caros, elaborados com a uva Alvarinho, são ótimos para acompanhar pratos com bacalhau. Para começar a refeição, este aqui é mais leve e versátil: elaborado com as uvas Arinto, Avesso, Loureiro, é fresco, com notas de frutas cítricas, florais e acidez bem presente.

Manto Blanco Viognier (Carrefour, R$ 38,50) Vinho chileno da completa Luis Felipe Edwards, é elaborado com a Viognier – uva branca com um pouco mais de corpo e estrutura e aromas delicados de damasco, pêssego e flores. Bem legal para começar a refeição

Para acompanhar o bacalhau:

Morgado de silgueiros branco (Mambo, R$ 54,90) Branco interessante de Portugal, é um blend de Encruzado e Malvasia-Fina, uvas típicas do Dão. Na boca é fresco, equilibrado, com boa estrutura e persistência. Um coringa de ótimo custo benefício que recomendo sempre que possível.

Morgado De Silgueiros Tinto (La Pastina, de R$ 66,00 por R$ 56,10) Aqui também cabe esta versão, para os que não abrem mão de vinhos tintos na refeição – elaborado com castas tradicionais portuguesas, cultivadas no coração do Dão, em Silgueiros. Surpreende por seu equilíbrio, frescor e taninos redondos, que não conflitam com o salgado do prato.

Cono Sur Bicicleta Reserva Chardonnay (La Pastina, R$ 69,00) Um clássico do Chile dentro da categoria de bom custo-benefício. A bicicleta simboliza para a vinícola Cono Sur o espírito da bravura de seus colaboradores, que a utilizam para chegar até a vinícola. Ela também faz menção à agricultura sustentável (sem fertilizantes químicos e emissão de carbono) que utilizam para condução do vinhedo. Chardonnay com boa tipicidade, tem aromas de frutas tropicais, como abacaxi, e uma nota amanteigada típica da casta.

Casillero del Diablo Pedro Jimenez (Pão de Açúcar, R$ 79,99) Este aqui é um achado, muito interessante dentro desta faixa de preço. A Pedro Jimenez é uma uva que vem ganhando espaço no Chile, e é uma alegria encontrar esta variedade amplamente distribuída pela Concha y Toro. Um vinho que se destaca pelos aromas cítricos, bem fresco, que remete a limão. Paladar de corpo médio, com ótima acidez e este finalzinho cítrico encontrado no nariz. Maravilhoso para pescados e frutos do mar.

Para fechar o almoço:

Mancura Etnia Moscato (Grand Cru, R$ 52,90) Aqui um docinho do Chile pra alegrar a vida e fechar a refeição feliz. Leve, delicado e muito perfumado, com doçura na medida para não enjoar.

Norton Cosecha Tardia Tinto (St. Marche, R$ 65,00). Fugindo do tradicional vinho do Porto, este tinto doce é elaborado com a uva Merlot colhidas além da sua maturação. Aromas típicos da Merlot, como frutas vermelhas maduras e algo de geléia. Baixa graduação alcoólica pode beber mais fresco.

Espumante  CLUB DES SOMMELIERS Moscatel (Pão de Açúcar, R$ 32,49) Espumante da linha Club des Sommeliers, é elaborado pela Salton com a uva Moscatel – estilo de espumante doce, leve e refrescante, um hit no Brasil. Aromas delicados de flores brancas, frutas cítricas e uma nota de pêssego. Muito gostoso para abrir ou fechar o almoço de família

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s