Festival Vinho no Boteco – edição Verão!

By Melanie (2)

São Paulo é a praia do vinho neste verão!

Em sua segunda edição, o Festival Vinho no Boteco reúne wine bars de São Paulo com o objetivo de democratizar o consumo do vinho e oferecer uma nova experiência para o público.

Ambientes descontraídos, comidinhas deliciosas e vinhos refrescantes é a proposta desta edição de verão, que começou dia 20 de janeiro e vai até 4 de fevereiro. Desta vez, quem participa são as casas Canaille Bar, Dionysos, Jamón, Jamón, Ovo e Uva, Rubi Wine Bar, Sancho Bar y Tapas e Vinoteca Paulistana. A lista geral de vinhos inclui rótulos da Argentina, Chile, Espanha, França, Itália e Portugal das importadoras Decanter e Grand Cru, parceiras oficiais do evento. Para acompanhar a bebida, petiscos variados e embutidos.

Confira aqui  no site do evento os vinhos que cada casa irá oferecer, seus endereços e horários de funcionamento. Selecionei os principais destaques de cada uma delas para você que prefere ir direto ao assunto e já quer começar a pensar na programação do feriado que se aproxima! 😉

07_Vinoteca

  • Vinoteca Paulistana: A Vinoteca Paulistana, em Perdizes, selecionou apenas argentinos, como o Finca Las Moras Syrah rosé (R$ 48,90/garrafa; R$ 13/taça), que combinam bem com as delícias que a casa serve, como o minichoripan e o bolinho de frutos do mar.

03_Jamón,jamón

  • Jamón, Jamón: No Jamón, Jamón por David Lopez, especializado em gastronomia espanhola, estará disponível o espanhol Tarima Monastrell (R$ 79/garrafa; R$ 20/taça), da premiada Bodegas Volver.

02_Dionysos

  • Dionysos: Com vários vinhos disponíveis com desconto, o Dionysos, em Pinheiros, oferece o chileno Pionero Chardonnay (R$ 49/garrafa; R$ 13/taça) e os italianos Villa Cardeto Sangiovese (R$ 66,40/garrafa; R$ 17/taça) e Acquerello Pinot Grigio (R$ 64/garrafa; R$ 16), entre mais 14 rótulos.

01_Canaille Bar

  • Canaille Bar: No Canaille há duas opções de orgânicos franceses, Claude Val Blanc e Claude Val Rouge, ambos a R$ 65,50/garrafa; R$ 17/taça.

04_Ovo e Uva

  • Ovo e Uva: No Ovo e Uva, a seleção inclui 22 rótulos, como o espumante argentino Nocturno Brut (R$ 44/garrafa; R$ 11/taça) e o rosé francês Esprit Méditerranée (R$ 69/garrafa; R$ 18/taça).

05_Rubi

  • Rubi Wine Bar: São quatro opções no Rubi Wine Bar, como o branco La Linda Torrontés (R$ 63,70/garrafa; R$ 16/taça).

Sancho Bar

  • Sancho Bar y Tapas: O Sancho, com uma caprichada oferta de vinhos e petiscos localizado no Baixo Augusta, destaca o De Martino Carménère (R$ 66,60/garrafa; R$ 17/taça).

 

 

Anúncios

As boas compras de janeiro!

eggs (3)

Saiba quais são as boas surpresas entre tantas ofertas de começo de ano!

Janeiro é o mês oficial da promoção. Para quem gosta de vinhos, é uma excelente oportunidade para abastecer a adega com rótulos que chegam a 70% de desconto. As campanhas de grandes ofertas já entraram no calendário das principais importadoras, que aproveitam o momento para “oxigenar” o estoque e oferecer boas oportunidades de compras de rótulos menos comerciais, aqueles que demandam certo empurrãozinho para gerar experimentação.

No entanto, é preciso ficar atento para não levar gato por lebre. Embora o rótulo não informe, vinho tem prazo de validade e algumas garrafas recomenda-se beber o quanto antes, quanto mais jovem melhor. Em certos casos, as lojas querem se livrar do estoque parado e ofertam vinhos que já não estão no auge de seu consumo. O consumidor está cada vez mais preparado para não cair em armadilhas, mas não custa reforçar que a prática ainda existe.

A melhor sugestão para evitar roubadas é se informar. Caso não queira recorrer a ajuda de um profissional na loja ou importadora, busque informações em sites confiáveis na internet. Prefira também as safras mais recentes para os vinhos do dia a dia, aqueles mais baratos que geralmente não passam de R$ 70,00.

Atenção também para os brancos e rosés, que costumam perder frescor depois de 2 ou 3 anos contados à partir da safra destaca ano rótulo. Alguns brancos, como os Rieslings, ganham complexidade com o passar dos anos, mas na dúvida opte pelos mais jovens, se não quiser arriscar. Fique atento também a alguns sinais na garrafa: rótulos com manchas de vinho podem indicar vazamento, a rolha não pode estar estufada e a cápsula deve estar bem posicionada, intacta.

Agora, se quiser aproveitar o momento para apostar em uma garrafa mais cara, ou safra mais antiga, peça ajuda. O vendedor deve estar preparado para oferecer mais informações e orientar sobre o potencial de guarda do rótulo em questão.

Finalmente, esta é a melhor oportunidade para sair do comum e experimentar uvas diferentes ou explorar países e regiões ainda desconhecidas. Por que não convidar os amigos para comprarem juntos, partilharem garrafas e experiências?

Confira uma seleção de importadoras com rótulos bem interessantes para conhecer:

World Wine:

O tradicional Bota-Fora da World Wine vai até 18/02 e oferece mais de 150 rótulos com descontos de 30% a 70%, que podem ser adquiridos nas lojas físicas, televendas e também pelo site. São mais de 150 rótulos, entre tintos, brancos, rosés e espumantes de diversos países:

Brancos:

  • Tabali Reserva Viognier 2015, Chile (De R$ 76,00 por R$ 45,60)
  • Castillo de Liria Viura / Sauvignon Blanc 2015, Espanha (De R$ 44,00 por R$ 26,40)

Tintos:

  • Catalpa Cabernet Sauvignon, Argentina (De R$ 118,00 por R$ 59,00).
  • Serbal Malbec 2016, Argentina (De R$ 77,00 por R$ 38,50)
  • Vinos Guerra Mencía, Espanha (De R$ 59,00 por R$ 23,60).
  • Long Row Shiraz 2015, Austrália (De R$ 66,00 por R$ 46,20)
  • Cono Sur Reserva Especial Pinot Noir 2015, Chile (De R$ 83,00 por R$ 49,80)
  • Château Redon 2014, França (De R$ 100,00 por R$ 60,00)
  • Longue Dog Rouge 2013, França (De R$ 64,00 por R$ 32,00)
  • Mandrarossa Nero d´Avola IGT 2015, Itália (De R$ 88,00 por R$ 44,00)

Vale provar:

  • Château Pajzos Late Harvest Hárslevelu (500ml), Hungria (De 82,00 por R$ 57,40)
    • Ótima oportunidade para experimentar um vinho doce da Hungria
  • Costadune Grillo Chardonnay 2016, Itália (De R$ 54,00 por R$ 35,10)
    • Interessante branco da Sicília, feito com a uva local Grillo
  • Colonia Las Liebres Bonarda 2015 (De R$ 64,00 por R$ 44,80)
    • Ótima oportunidade para conhecer um tinto além da Malbec. Feito com a uva Bonarda, é uma excelente opção para o dia-a-dia

Decanter:

A importadora Decanter, que conta com um dos maiores e mais importantes portfólios de vinho do país, começou nesta quarta, 17/1, o seu “Summer Sale”, que vai até 18/02 ou término dos estoques. São cerca de 50 rótulos, com descontos que variam entre 30% e 50%. É possível comprar pelo site da matriz, localizada em Blumenau, ou aqui em São Paulo, na loja física ou e-commerce.

Brancos:

  • Gros Manseng/Sauvignon I.G.P. 2016 – França – (De R$ 89,60 por R$ 62,72)
  • PradoRey Classic Verdejo Sauvignon 2016 – Espanha – (De R$ 81,10 por R$ 56,77)

Tintos:

  • Château Tour de Luchey 2015 – França, Bordeaux – (De R$ 96,00 por R$ 57,60)
  • Malbec Purple 2015 – França, Cahors – (De R$ 93,30 por R$ 65,31)
  • Petit Torus Tinto 2012 – França, Madiran – (De R$ 95,70 por R$ 66,99)
  • Tannat/Merlot I.G.P. Côtes de Gascogne 2016 – França, Madiran – (De R$ 89,60 por R$ 53,76)
  • Hormiga Roja 2015 – Espanha, Jumila – (De R$ 72,40 por R$ 50,68)

Vale provar:

  • Le Cadet VdP Vaucluse 2015 – França, Rhône – (De R$ 102,30 por R$ 61,38)
    • Vinho feito seguindo o conceito do Biodinamismo, perfeito para conhecer o estilo

Grand Cru

Desde o começo de janeiro a Grand Cru, importadora com mais de 40 lojas pelo país, oferece em seu “Grand Solde” centenas de rótulos do Novo e Velho mundos, com até 55% de desconto. A promoção vai até o dia 28/2 e é possível comprar tanto nas lojas físicas quanto pelo site.

Brancos:

Tintos:

  • Grifo Le Viole Puglia IGP 2017 – Itália, Puglia (De R$ 39,00 por R$ 23,40)
  • Mancura Guardian Reserva Cabernet Sauvignon 2015 – Chile (De R$ 69,00 por R$ 34,50)
  • Zorzal Prófugos Malbec 2014 – Argentina, Mendoza (De R$ 49,00 por R$ 39,20)
  • Morandé Reserva Carmenére 2014 – Chile (De R$ 79,00 por R$ 39,50)
  • Churchills Meio Queijo Douro 2013 – Portugal, Douro (De R$ 69,00 por R$ 55,20)
  • Arrocal Mayorazgo Ribera del Duero 2014 – Espanha (De R$ 64,00 por R$ 48,00)
  • Santoro Negroamaro IGP Puglia 2016 – Itália, Puglia (De R$ 69,00 por R$ 55,20)

Vale provar:

  • Grifo La Melara IGP 2017 – Itália, Puglia (De R$: 39,00 por R$ 23,40)
    • Vinho feito com as uvas Chardonnay e Bombino Bianco, uma das uvas brancas mais finas do sul da Itália 
  • Menguante Tempranillo 2015 – Espanha (De R$ 69,00 por R$ 48,30)
    • Ótima oportunidade para conhecer uma das uvas mais importantes da Espanha em sua versão biodinâmica.

 

 

 

 

 

 

 

 

Vinho e Picnic!

Picnic basket
Picnic basket filled with fruit,bread and red wine.

Aproveite o começo do outono para organizar uma gostosa refeição fora de casa – com muito vinho, é claro!

Os piqueniques ao ar livre ganham força em diversas cidades do país, já que é um dos programas mais agradáveis para curtir os dias ensolarados – podendo inclusive virar uma festinha animada após uma tarde de conversa.

Vários parques da cidade dedicam áreas especiais para estender a toalha xadrez. Um dos mais legais em São Paulo é o Villa-Lobos, que disponibiliza 75 quiosques para apoiar a cesta de quitutes ou um belo espaço verde para quem prefere o estilo tradicional no gramado.

Definido o local, hora de pensar nos comes e bebes. Fico feliz em observar que o vinho tem feito parte deste momento, semelhante ao que se observa na Europa, por exemplo. Para não errar, primeiro certifique-se de que o lugar escolhido permite o consumo de bebidas alcoólicas. Está liberado? Ótimo. Na hora de escolher a sua garrafa, opte por vinhos de corpo leve, já que geralmente as preparações são simples, leves e servidas a temperaturas baixas, e, portanto, não necessitam de um vinho muito alcoólico e estruturado.

Podemos começar pelos espumantes. Prefira os elaborados pelo método Charmat, que geralmente são mais leves, frescos e frutados e são ideais para bebericar enquanto a turma prepara os petiscos. Caso prefira os brancos para aperitivo, opte por uvas como Sauvignon Blanc e Pinot Grigio, que vão bem com sanduíches frios feitos com carnes brancas, patês, saladas e queijos leves.

Os rosés também costumam ser muito versáteis nestas ocasiões e vão bem com uma infinidade de aperitivos, como preparos a base de salmão, aves ou carne de porco. Quer levar queijos mais saborosos, como o Brie ou Camembert? Um Chardonnay é a escolha ideal, junto com uma bela cesta de pães variados. Agora se a preferência for pelos vinhos tintos, opte por vinhos de uvas mais leves e com pouco tanino, como os elaborados com Pinot Noir e Gamay, por exemplo.

Escolhido o vinho, considere também a temperatura de serviço. Espumantes, brancos, rosés e tintos leves precisam ser servidos refrescados, em baldes ou recipientes com gelo. Não se preocupe, há diversos acessórios práticos e charmosos para levar nestas ocasiões. Não esqueça também do saca-rolhas, caso as garrafas não tenham tampa de alumínio – que aliás, costumam ser uma mão na roda para eventos ao ar livre, pode comprar sem medo.

Precisa de uma ajuda para escolher os vinhos? Confira uma seleção com ótimas opções  para acompanhar o picnic delícia do próximo final de semana:Intis Chardonnay (2)

  • Intis Chardonnay (Decanter e lojas, R$ 41,90) – Branco elaborado pela vinícola argentina Las Moras, é um Chardonnay bem típico, com aromas cítricos, de maçã e algo que remete a flores. Na boca tem ótimo frescor, com final bem agradável.
  • 00155014_g (2)Claude Val Rosé ( Decanter e lojas, R$ 65,50) – Vinho rosé da região do Languedoc, na França, é feito com as uvas Grenache, Cinsault e Syrah. Leve, fresco e frutado, lembra bastante os rosés da Provence, referência no estilo.
  • Wave series (2)Wave Series Pinot Noir (Pão de Açúcar, R$ 49,90) – Difícil encontrar tintos de Pinot Noir bem feitos e que não pesem no bolso. Este aqui é fiel ao estilo, perfeito para bebericar em dias de calor. 
  • Bossa Prosecco (2)Espumante Bossa Prosecco ( Decanter e lojas, R$ 45,80) – Espumante nacional elaborado pela vinícola Hermann, tem aromas de frutas cítricas, abacaxi, e notas florais. Na boca é leve, com boa acidez e frescor.
  • TaçaTaças de acrílico (Boccati, R$ 6,25): Feitas com poliestireno, são bem resistentes, perfeito para eventos externos. Diversas cores e modelos para escolher, um charme!

Cooler (2)

  • Cooler para vinho Vacuvin (Etna, R$ 49,99): Prático, basta levar ao congelador, esperar que o conteúdo congele e colocar na garrafa. Resfria em 5 minutos e sua temperatura ficará baixa por horas. Perfeito para passeios ao ar livre.

icebag (2)

  • Icebag para vinho (Los Mendozitos, R$ 23,00): Um jeito prático e estiloso de conservar os vinhos brancos, rosés e espumantes geladinhos. Dobrável e resistente para colocar na bolsa e até no bolso.

Cesta de picnic (2)

  • Cesta Eu amo piquenique (Imaginarium, R$ 159,90): Possui capacidade para 33 litros, acabamento interno todo em alumínio e alça acolchoada. A cesta e a alça são retráteis, sendo mais fácil e prático de guardá-la depois de usar.

 

Vinho 365 – # 02 | Intis Tempranillo Las Moras

Vinho_02

Las moras foi a primeira vinícola a elaborar grandes vinhos na atualmente prestigiada região de San Juan e trabalha dentro do conceito de “harmonia viva”, respeitando com práticas sustentáveis e orgânicas o meio ambiente e as pessoas. A linha Intis é um achado para o vinho do dia-a-dia. Sem passagem por madeira, representam o máximo da fruta. A uva Tempranillo tem se adaptado bem na argentina e só prova que o país é capaz de fazer vinhos gostosos e  agradáveis com outras variedades além da tão conhecida Malbec. No nariz destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas maduras e especiarias.

Paladar macio, taninos agradáveis e integrado frescor. Ideal para acompanhar massas em preparações com molhos à base de tomate; costelinha de porco refogada com legumes, peixes gordos (salmão, atum) assados na brasa.

Belo achado dentro desta faixa de preço!

Bossa de primavera

formula-da-bossa-nova

O espumante brasileiro já é motivo de orgulho nacional e vem conquistando o paladar dos consumidores adeptos das borbulhas leves e refrescantes, sem grandes pretensões. Para quem ainda não descobriu as virtudes dos espumantes nacionais, pode provar sem medo, já que há muitas opções interessantes disponíveis no mercado. Um belo exemplo degustado recentemente e que surpreendeu pelo equilíbrio foram os espumantes da linha Bossa, da vinícola Hermann.

A família Hermann trouxe todo o seu know-how de profundos conhecedores de diversas regiões vinícolas do mundo para a esfera da produção de vinhos, apostando no potencial dos melhores terroirs da região sul do Brasil. Compraram em 2009 um vinhedo de grande vocação em Pinheiro Machado, na serra do Sudeste no Rio Grande do Sul, e desde então estão apostando em vinhos tintos e espumantes de excelente qualidade.

A linha Bossa é uma referência aos ritmos da Bossa Nova, que revelou a música brasileira para o mundo, com sua cadência ritmica tropical, sensual e única. No universo do vinho, a vocação de expressar a tipicidade e qualidade do terroir brasileiro. Além de frescos e equilibrados, a linha destaca-se também pelo conceito e pelo ótimo custo-benefício. Impossível não agradar naquele fim de tarde colorido, típico da primavera que se aproxima. Conheça as opções disponíveis no mercado:

  • Bossa nº 1Bossa Nº 1 Brut (Imp. Decanter, R$ 35,60): Elaborado com a uva Chardonnay pelo método Charmat, destaca-se pelos aromas de frutas cítricas, florais e leves notas de pão. Na boca é fresco, equilibrado e persistente. Perfeito com canapés diversos, sushis e sashimis, saladas com frutos do mar e aperitivos em geral.

 

  • Bossa nº 2Bossa N°2 Demi-Sec (Imp. Decanter, R$ 35,60): Também 100% Chardonnay, com aromas de frutas cítricas doces, aromas florais e um toque de mel. Na boca é fresco, levemente adocicado, de acidez equilibrada. Ideal para petiscos, canapés, torradas leves, podendo acompanhar frutas.

 

  • Bossa nº 3Bossa N°3 Brut Rosé (Imp. Decanter, R$ 35,60): Espumante rosé elaborado com as uvas Pinotage, Cabernet Franc e Merlot, tem aromas frutados de frutas frescas, como morango e cereja, notas de pão e flores. Paladar fresco, macio, de moderada persistência. Gostoso com antepastos, frios, sushis e sashimis de atum.

 

  • Bossa nº 4Bossa N°4 Moscatel (Imp. Decanter, R$ 35,60): Feito com as uvas Moscato Bianco, Moscato Giallo e Malvasia, tem aromas agradáveis de frutas tropicais como abacaxi, mel e flores brancas. Ótima acidez, frescor e equilíbrio. Ideal para acompanhar sobremesas à base de frutas, cheesecake com calda de frutas vermelhas. Perfeito com o panettone do final de ano ou no happy-hour.

 

 

O barato dos acessórios!

Há uma infinidade de acessórios de vinhos disponíveis no mercado. Boa parte deles são dispensáveis ou adequados somente em situações específicas, porém, há aqueles que fazem toda a diferença na hora de servir e que valem a pena ter em casa. Confira aqui uma seleção dos acessórios que vão ajudá-lo a tirar o melhor proveito da bebida, sem esfolar o bolso!:

TAÇAS:

A taça adequada faz toda a diferença na percepção das qualidades da bebida. Há modelos específicos para cada tipo de vinho, uva e até região, mas dois ou três tipos de taças são suficientes para ter em casa e não fazer feio no serviço.

– Taças para espumante: Invista em um jogo de taças flûte, que são adequadas para apreciar as delicadas borbulhas do espumante.

– Taças para brancos e tintos: Tenha em mãos um jogo de taças de haste longa e bojo de base larga. As taças para brancos costumam ser ligeiramente menores que as de tintos, para evitar que se sirva muito vinho e ele aqueça na taça. Se quiser comprar um jogo para brancos e um para tintos, ótimo! Caso contrário, opte pelas taças maiores, que são boas para os tipos, mas atenção apenas com a quantidade servida.

OBS: Importante! Independente do modelo, prefira as de cristal ou semi-cristal, que por serem mais finas que as de vidro, permitem uma apreciação maior dos aromas e sabores do vinho.

Boas opções encontradas no mercado:

tacas

  • 1) Taça de espumante Bohemia Cristal de Soda For Your Home (Magazine Luiza, R$ 22,00 unid.)
  • 2) Taça de espumante Congresso Schott Zwiesel (Camicado, R$ 24,90 a unid.)
  • 3) Taça de espumante Oxford (Extra, R$ 25,50 a unid.)
  • 4) Taça Bohemia Cristal de Soda For Your Home (Magazine Luiza, R$ 22,00 a unid.)
  • 5) Taça Bordeaux Congresso Schott Zwiesel (Camicado, R$ 24,90 a unid.)

 

SACA-ROLHAS

Entre os modelos simples de tudo e aqueles elétricos ultra modernos, escolha o saca-rolhas de dois estágios, o preferido dos sommeliers! Simples de usar e super eficiente, contém dois pontos de apoio que facilitam o manuseio e evitam que a rolha se quebre. Confira aqui onde encontrar o seu:

saca-rolhas

  • 1) Saca-rolhas 2 estágios (Pão de Açúcar, R$ 10,15)
  • 2) Saca-rolhas 2 estágios Inox Tramontina (Ricardo Eletro, R$ 19,90)
  • 3) Saca-rolhas 2 estágios Winery (Tok&Stok, R$ 9,90)
  • 4) Saca Rolhas com cortador de lacre (Vinhosnet, R$ 23,10)

 

DECANTER

Existem basicamente dois momentos para se decantar um vinho: quando há a necessidade de separar o líquido dos sedimentos que se formam em vinhos de longa guarda, e para aerar os vinhos jovens mais encorpados, “amaciando” os taninos ainda bem presentes.  Não é necessário investir em recipientes sofisticados, um decanter simples de vidro ou até mesmo jarros de água cumprem bem esta função, como os sugeridos a seguir:

decanter

  • 1) Decanter sem tampa Elegance 1 lt (Pão de Açúcar, R$ 26,64)
  • 2) Decanter Ruvolo 1,65 lts (Camicado, R$ 29,90)
  • 3) Decanter vidro 1,5 lts (Soberano, R$ 34,86)

 

VACUVIN

Acessório perfeito para conservar o vinho após aberto, caso você não consiga consumi-lo no mesmo dia. Consiste em uma bombinha que retira o ar da garrafa, minimiza o contato do que restou com o oxigênio e mantendo as suas propriedades por mais alguns dias. O ideal é não deixar sobrar, mas, como nem sempre isto é possível, confira aqui onde comprar o seu:

vacuvin

  • 1) Bomba a vácuo Bon Gourmet (Extra, R$ 11,90)
  • 2) Bomba a vácuo Brinox (Ricardo Eletro, R$ 32,90)
  • 3) Bomba a vácuo Full Fit (Camicado, R$ 49,90)
  • 4) Bomba a vácuo Tuttovino (Vinhosnet, R$ 19,60)

 

CORTA GOTAS 

Ideal para evitar que o vinho respingue ou escorra depois de servido,  além de facilitar o serviço da bebida, que acontece com muito mais delicadeza. Não é o item mais importante da lista, mas é tão baratinho que não custa nada colocar na listinha de compras! 😉

corta-gotas

 

COOLERS E BALDES DE GELO

Todas as possibilidades para gelar um vinho rapidamente e aproveitá-lo em sua melhor temperatura:

cooler