Vinho Verde Wine Experience 2020

Vinho Verde Wine Experience acontece em São Paulo, em um evento híbrido com toda a segurança, trazendo os melhores rótulos da região

Promovido pela Comissão dos Vinhos Verdes, Vinho Verde Wine Experience acontece amanhã em São Paulo no espaço Skyhall, com toda segurança e muitos destaques da região para público interessado.

No ano que a região demarcada  dos vinhos verdes completa 112 anos , o evento propõe uma experiência única ao público com degustações de mais de 100 rótulos de vinhos, uma programação de Speed Tasting que traz temas de relevância ao mercado consumidor, com presença de palestrantes de alto nível como Suzana Barelli (colunista de vinhos do Caderno Paladar do jornal o Estado de São Paulo), Fabio Freitas (profissional da área e consultor de vinhos)  e Gonçalo Rowett,  representante da CVRVV.  Será um formato menor do que ano anterior devido a situação atual, mas com os principais conteúdos e garantindo a segurança dos visitantes, seguindo todos os protocolos de saúde.

Vinho Verde Wine Experience este ano, de uma forma muito especial, acontece com objetivo de trazer um portfólio selecionado de Vinhos Verdes da região noroeste portuguesa, entre alvarinhos, monocastas, brancos, rosés, tintos e espumantes para quem quer apreciar bons vinhos, com algum conhecimento ou desejo de o aprofundar. 

Desta edição daquele que é o maior evento de Vinhos Verdes do Brasil fazem parte mais de 100 variedades de vinhos de produtores, e até alguns rótulos que ainda não estão disponíveis no mercado brasileiro.

“O Vinho Verde é único no mundo. A frescura vibrante, a elegância, a estrutura, a expressão aromática e gustativa, com destaque para as suas notas frutadas e florais, são as características que definem e diferenciam o Vinho Verde”.Informações – programação

Confira a programação do evento e participe!

Vinícolas participantes:   

1 AB Valley Wines

2    Adega de Monção

3    Adega Ponte de Lima

4    Adega Ponte da Barca

5    Aveleda

6    Campelo

7    Provam

8    Quinta da Calçada

9    Quinta da Lixa

10  Quinta das Arcas

11  Sogrape

12  Valados de Melgaço

13  Vercoope

14  Vinhos Norte  

Speed Tasting – programação

“Speed Tasting – Vinhos leves e frescos” –  Suzana Barelli

1 slot – 16h30 as 18h30

2 slot – 19h as 21h

3 slot – 21h30 as 23h30

“Speed Tasting – Vinhos intensos, complexos e estruturados” – Fabio Freitas

1 slot – 16h30 as 18h30

2 slot – 19h as 21h

3 slot – 21h30 as 23h30

“Speed Tasting – Há um Verde para cada momento” – Gonçalo Rowett

1 slot – 16h30 as 18h30

2 slot – 19h as 21h

3 slot – 21h30 as 23h30

Endereço do evento:

Skyhall – Av. Juscelino Kubitschek, 1327 Vila Nova da Conceição

Ingressos:

Ingressos: R$ 50

Onde comprar: www.vinhoverdewineexperience.com.br

O ingresso dá acesso:

  • 1 taça oficial
  • Provas livres com os melhores produtores da conceituada Região dos Vinhos Verdes
  • 3 speed tastings
  • Finger foods

International Sherry Week uma semana inteira para celebrar Jerez!

Celebrada desde 2014, a International Sherry Week acontece de 2 a 8 de novembro com uma agenda repleta de eventos

Em sua 7ª edição, a Semana Internacional do Jerez reunirá uma vibrante comunidade de amantes dos vinhos de Jerez em uma miríade de eventos inspiradores, que acontecem tanto online quanto de forma presencial em mais de 30 países.

Durante esta celebração única, que ocorre entre os dias 02 e 08 de Novembro, os diferentes estilos de Jerez são apresentados por meio de degustações, harmonizações, palestras, masterclas e outros eventos organizados por bares, restaurantes e importadores em todo o mundo.

E você, sabe o que é um Jerez? De forma bem generalista, podemos dizer que o Jerez é vinho fortificado produzido no sul da Espanha com uma variedade típica de lá, a palomino fino, e que passa por envelhecimento em barricas de carvalho, usando uma mistura de várias safras na sua elaboração. Pode parecer simples, mas não é bem assim.

O Jerez é também um vinho de muitos estilos, com certas particularidades em sua elaboração que definem cada um dos tipos – trata-se de uma bebida com muita história, versátil para harmonização e uma opção a mais para você que curte vinhos e quer ampliar o repertório – para aqueles que já conhecem, fica o convite para manter o consumo.

Pois tanta diversidade de estilos, cores e sabores acabam por afugentar quem está começando neste universo – o preço no Brasil também desanima o consumidor iniciante, e por estas razões inicitivas como esta de promoção da bebida merecem divulgação.

Em linhas gerais, temos os seguintes estilos e famílias de Jerez:

Secos – Manzanilla, Fino, Amontillado, Oloroso, Palo Cortado são opções de Jerez secos. O tipo Fino são vinhos pálidos, leves, delicados e refrescantes e os Oloroso, mais estruturados, complexos, intensos e saborosos. Na taça são fáceis de identificar, um é branco e outro mais escuro, tom de âmbar.

Doces – Pale Cream, Medium, Cream, Moscatel e Pedro Ximenez.

No estilo Fino, ocorre um fenômeno tipicamente associado ao local, que é a formação, dentro dos barris, de uma película na superfície do líquido que o protege contra a oxidação.

Essa película protetora é uma espécie de véu de leveduras naturais que se forma na superfície da bebida em condições muito específicas e é chamada de véu de flor. No estilo Fino, esse véu garante ao vinho Jerez seus tons claros, aromas delicados e um paladar mais seco e refinado. O estilo Manzanilla tem características bem semelhantes ao Fino mas é produzido apenas na cidade de Sanlúcar de Barrameda, ao noroeste de Jerez de la Fronteira

Tanto o Fino quanto o Manzanilla são mais delicados e recomenda-se consumir rapidamente após aberto. Ideais para beber mais gelado, abrindo a refeição, ou combinando perfeitamente com as entradas típicas da cozinha espanhola como as tapas, azeitonas, anchovas, gazpacho, jamón e até mesmo com comida japonesa como sashimis e temakis, peixes e frutos do mar.

Já o Oloroso, por apresentar mais álcool, não acontece o fenômeno do véu de flor e o vinho fica exposto à oxidação. Por conta disso, possui uma coloração bastante intensa e um sabor mais marcante, ideal para acompanhar pratos mais condimentados. Destaca-se pelos aromas de avelã, nozes e amêndoa, assim como damasco e figo. É uma deliciosa opção para servir com pratos mais pesados como cassarolas e ensopados de carne, e, principalmente, rabada. Indica-se que seja servido em torno de 12° e 14°C.

Além dos estilos de Jerez mencionados anteriormente, temos também o Amontillado, um intermediário entre eles. Esse estilo é produzido inicialmente como um Fino, mas permanecem em barricas por um tempo maior. Com isso, o teor de álcool vai aumentando e o véu de flor vai diminuindo, permitindo um processo gradual de oxidação ao vinho. É uma ótima opção para servir com pratos agridoce e queijos mais maduros.

Por fim, temos o Pedro Ximenez, um Jerez doce, bem escuro e denso que leva o nome da uva Pedro Ximenez, uma uva branca de pele muito fina deixada para secar ao sol, concentrando seus sabores, aromas e açúcares. Com notas florais e aromas de mel e frutas secas, é bastante encorpado e escuro, muito versátil, sendo a opção ideal para servir com sobremesas a base de frutas e até sorvetes, à temperatura de 10° e 12°C.

E agora? Como faço para participar das atividades?

Até o momento são mais de 40 eventos registrados no Brasil. A agenda completa de degustações, eventos online e menus harmonizados você encontra aqui, no site oficial do evento. Os sites Loucos por Jerez e Provinho estão com uma programação bem detalhada de atividades, assim como a Vejinha SP que divulga alguns dos eventos imperdíveis nos bares da cidade.

Onde comprar Jerez?

Diversas lojas e importadoras estão com condições diferenciadas para a semana do Jerez. Confira algumas opções, vale o investimento:

Um clássico do mercado, Tio Pepe é um dos vinhos espanhóis mais exportados do País. Produzido pela tradicional Gonzalez Byass, é fermentado em tanques de aço inoxidável e segue para amadurecimento em tonéis de carvalho sob o sistema de “criaderas y solera” durante cerca de 4 anos. Está em promoção na Casa das Bebidas, a garrafa de 750ml sai R$ 149,90

Outro clássico da Gonzalez Byass, o Solera 1847 Jerez Dulce é elaborado com 75% de Palomino Fino e 25% de Pedro Ximénez, amadurecendo 8 anos no sistema de solera. Destaca-se pela coloração âmbar brilhante e aromas de frutos secos e em compota, figos, notas florais e de especiarias doces. Surpreende pelo bom equilíbrio entre acidez e doçura, nada enjoativo. Disponível na Casa da Bebida, R$ 149,90 a garrafa de 750ml

A Zahil é uma das importadoras mais atuantes durante esta semana – o sommelier Bernardo Pinto é grande entusiasta e um dos embaixadores da bebida, promovendo diversas atividades Brasil afora. Os rótulos do portfolio estão com 15% de desconto, entre eles o Hijos de Rainera Perez Marin/La Guita – La Guita – 375 ml, que sai de R$ 109,00 por R$ 92,65.

A Belle Cave importa com exclusividade os vinhos da Sánchez Romate, uma das poucas bodegas que permanecem até hoje em mãos de proprietários Jerezanos. Jerez Fino de envelhecimento prolongado, superior a 8 anos, sacados de uma solera de apenas 15 barricas e engarrafado “en rama”, com o mínimo de estabilização e sem filtração. Muito interessante. Custa R$ 177,00 no site da importadora.

Opção interessante da Portus Cale, o Xeco Fino tem uma proposta mais informal – como todos os Finos, vai bem com uma infinidade de petiscos, mas aqui fica como opção para sexta-feira à noite no sofá, pizza, Netflix na televisão e um Fino gelado à mão. Beba gelado, seja diretamente em um copo de vinho ou misturado com uma tônica ou limonada de boa qualidade. Custa R$ 160,00 no site da importadora

Pão de Açúcar Adega, sua nova loja de Vinhos

Fachada_Pão de Açúcar Adega
Plataforma Pão de Açúcar Adega contempla e-commerce exclusivo com entrega em todo o Brasil, aplicativo e loja física na cidade de São Paulo

Novidade das boas para quem gosta de vinho e frequenta as lojas do Pão de Açúcar em busca de boas opções para a adega! A partir de 13 de dezembro é possível comprar vinhos e acessórios em uma plataforma pioneira e totalmente especializada em vinhos, o Pão de Açúcar Adega – formado por um e-commerce exclusivo com entrega em todo o Brasil, um aplicativo e uma loja física na Rua Augusta nº 2710. Além disso, o Viva Vinhos, programa de assinaturas da rede, estará integrado a essa novidade.

Expertise no universo dos vinhos

A relação do Pão de Açúcar com vinhos é antiga – além de ser a maior vendedora da bebida no Brasil, foi também o pioneiro em iniciativas como criar a função de atendentes especialistas nas seções de vinhos em lojas e a contar com um grande nome no cargo de consultor de vinhos da marca (o enófilo querido e muito experiente Carlos Cabral).

Além disso, o Pão de Açúcar conta com uma marca exclusiva de vinhos (o Club des Sommeliers) e uma assinatura de vinhos de excelente qualidade (o Pão de Açúcar Viva Vinhos).

No Pão de Açúcar Adega, loja online e física serão integradas, oferecendo a mesma experiência para o cliente que poderá escolher por comprar seus vinhos da maneira que for mais conveniente. Enquanto no site ele contará com informações e conteúdos para descobrir mais sobre seus rótulos, na loja os atendentes especialistas vão oferecer dicas e orientações para facilitar a compra.

blog_adega_aguarde_700x400

Rótulos variados na loja e no site

A variedade de vinhos é o grande diferencial do Pão de Açúcar Adega. Tanto no site, quanto na loja física, estarão disponíveis mais de 1000 rótulos diferentes(730 deles encontrados apenas no Adega), de pelo menos 16 países. Os vinhos atendem situações do dia a dia, como também momentos especiais.

No site a variedade de rótulos será ainda maior, chegando a 1,9 mil diferentes tipos para atender a todos os perfis de clientes.

paadega

O Pão de Açúcar Adega entrega em todo o Brasil (todo mesmo!)

A melhor notícia que chega com o lançamento do Pão de Açúcar Adega é essa: o site entregará seu catálogo de bebidas completo em todo o Brasil. Mesmo nos locais em que não existe uma loja física do Pão de Açúcar ou Pão de Açúcar Adega, será possível selecionar a sua bebida favorita e encontrá-la em casa (ou onde quiser).

Para o visitante online, inclusive, a loja reserva vários benefícios, como um ambiente de navegação amigável, com listas dos melhores vinhos, sugestões para ocasiões especiais e muito conteúdo para quem quer descobrir mais sobre essa e outras bebidas.

O objetivo é fazer com que o apaixonado por vinhos encontre em um só lugar tudo que ele precisa para saborear essa bebida, diretamente do conforto da sua casa. E eu vibro demais com iniciativas com esta, que só ajudam a impulsionar o ainda insipiente consumo de vinhos no Brasil! \o/

Loja São Paulo:

  • Rua Augusta, 2710
  • Horário de Atendimento: Seg. a Qui. das 10h as 22h
  • Sex. a Dom. e feriados das 10h as 23h
  • Tel: (11) 94370-0574

 

 

Nederburg Jazz Wine Concert em SP

Acontece neste sábado o Nederburg Jazz Wine Concert, evento itinerante promovido pela vinícola Sul-Africana Nederburg onde o vinho é celebrado pelo Jazz.

Gosto muito destas iniciativas de promoção do vinho com uma proposta informal, leve e descontraída, exatamente como deve ser o seu consumo: em uma tarde despretensiosa, ouvindo música e batendo papo com os amigos. Sem as firulas habituais que ainda persistem – e que, em muitos casos, não passam de mero esnobismo.

Anotem na agenda: no dia 16 de junho, sábado, o Nederburg Jazz Wine Concert vai unir música e vinho no Café Suplicy Mirante 9 de Julho. A atração musical será do Saxofonista Wagner Barbosa DUO, músico reconhecido como expressivo saxofonista brasileiro com o sotaque do jazz americano. Enquanto rola o show, uma Wine Bike estará à disposição com três rótulos da vinícola: o tinto Nederburg 1791 Pinotage, o branco 1791 Sauvignon Blanc e o agradável Rosé Nederburg, vendidos a preços especiais: R$15,00 a taça ou R$70,00 a garrafa.

De acordo com Sabrina Thomé, gerente de vinhos da Casa Flora (importadora que traz a Nederburg para o Brasil), “a relação da vinícola Nederburg com o Jazz não é uma novidade para a marca, em seu país de origem e nos mercados ao redor do mundo onde atua, tem uma ligação muito estreita com eventos relacionados a boa música e em especial a esse estilo”. Imperdível!

Informações:

Nederburg Jazz Wine Concert

  • Quando? 16/06, sábado
  • Horário: 17h00 às 20h00
  • Onde? Café Suplicy Mirante 9 de Julho – Rua Carlos Comenale, sn – Bela Vista – São Paulo
  • Quanto? Evento gratuito e aberto ao público

Malbec World Day 2018

Malbec Day 2018Malbec World Day 2018 – Você Acha que me conhece #sóquenão!

No dia 17/04 comemora-se o dia da Malbec, uva consagrada da Argentina que agrada – e muito – o paladar dos brasileiros. Repetindo uma notável campanha que teve início em 2011, a Wines of Argentina, órgão responsável pela divulgação dos vinhos do país, celebra em grande estilo a uva que se tornou símbolo da viticultura no país, e que  promete alcance ainda maior neste ano!

Na oitava edição do Malbec World Day, e sob o conceito “Você Acha que me Conhece – #sóquenão”, serão realizados mais de 70 eventos em diversas cidades de 54 países com o apoio do Ministério de Relações Exteriores e Culto da Nação. O vídeo institucional do evento dá uma idéia do que esperar para este ano:

Malbec World Day em São Paulo

Neste ano a data escolhida para a comemoração é o dia 19 de abril, próxima quinta-feira. Durante o evento que acontece em São Paulo serão servidos vários estilos Malbec além de música, food trucks, e diferentes comidas para harmonizar com os diversos estilos de vinho que cada vinícola oferecerá para degustação.

O evento será na Casa Traffo, localizada na Vila Olímpia, na Rua Gomes de Carvalho, 560. Os ingressos serão vendidos via Foodpass, a R$ 50,00 cada.  E o horário do evento é das 18:30h às 22h.

SERVIÇO
Malbec Day 2018 – São Paulo
Local: Casa Traffô – Rua Gomes de Carvalho, 560 – Vila Olímpia, São Paulo – SP, 04547-002
Data: 19 de abril de 2018
Horário: 18:30h às 22h

Festival Vinho no Boteco – edição Verão!

By Melanie (2)

São Paulo é a praia do vinho neste verão!

Em sua segunda edição, o Festival Vinho no Boteco reúne wine bars de São Paulo com o objetivo de democratizar o consumo do vinho e oferecer uma nova experiência para o público.

Ambientes descontraídos, comidinhas deliciosas e vinhos refrescantes é a proposta desta edição de verão, que começou dia 20 de janeiro e vai até 4 de fevereiro. Desta vez, quem participa são as casas Canaille Bar, Dionysos, Jamón, Jamón, Ovo e Uva, Rubi Wine Bar, Sancho Bar y Tapas e Vinoteca Paulistana. A lista geral de vinhos inclui rótulos da Argentina, Chile, Espanha, França, Itália e Portugal das importadoras Decanter e Grand Cru, parceiras oficiais do evento. Para acompanhar a bebida, petiscos variados e embutidos.

Confira aqui  no site do evento os vinhos que cada casa irá oferecer, seus endereços e horários de funcionamento. Selecionei os principais destaques de cada uma delas para você que prefere ir direto ao assunto e já quer começar a pensar na programação do feriado que se aproxima! 😉

07_Vinoteca

  • Vinoteca Paulistana: A Vinoteca Paulistana, em Perdizes, selecionou apenas argentinos, como o Finca Las Moras Syrah rosé (R$ 48,90/garrafa; R$ 13/taça), que combinam bem com as delícias que a casa serve, como o minichoripan e o bolinho de frutos do mar.

03_Jamón,jamón

  • Jamón, Jamón: No Jamón, Jamón por David Lopez, especializado em gastronomia espanhola, estará disponível o espanhol Tarima Monastrell (R$ 79/garrafa; R$ 20/taça), da premiada Bodegas Volver.

02_Dionysos

  • Dionysos: Com vários vinhos disponíveis com desconto, o Dionysos, em Pinheiros, oferece o chileno Pionero Chardonnay (R$ 49/garrafa; R$ 13/taça) e os italianos Villa Cardeto Sangiovese (R$ 66,40/garrafa; R$ 17/taça) e Acquerello Pinot Grigio (R$ 64/garrafa; R$ 16), entre mais 14 rótulos.

01_Canaille Bar

  • Canaille Bar: No Canaille há duas opções de orgânicos franceses, Claude Val Blanc e Claude Val Rouge, ambos a R$ 65,50/garrafa; R$ 17/taça.

04_Ovo e Uva

  • Ovo e Uva: No Ovo e Uva, a seleção inclui 22 rótulos, como o espumante argentino Nocturno Brut (R$ 44/garrafa; R$ 11/taça) e o rosé francês Esprit Méditerranée (R$ 69/garrafa; R$ 18/taça).

05_Rubi

  • Rubi Wine Bar: São quatro opções no Rubi Wine Bar, como o branco La Linda Torrontés (R$ 63,70/garrafa; R$ 16/taça).

Sancho Bar

  • Sancho Bar y Tapas: O Sancho, com uma caprichada oferta de vinhos e petiscos localizado no Baixo Augusta, destaca o De Martino Carménère (R$ 66,60/garrafa; R$ 17/taça).

 

 

Vinho no boteco!

Festival Vinho no Boteco tem ambientes descontraídos, comidinhas deliciosas e vinho de qualidade!

Entre os dias 3 e 13 de agosto, acontece em São Paulo a primeira edição do festival “Vinho no Boteco”. Neste período, sete bares de vinho paulistanos – Canaille Bar, Diónysos, Jamón, Jamón, Ovo e Uva, Rubi Wine Bar, Sancho Bar y Tapas e Vinum Est – se unem para servir a bebida a preço de importadora, em garrafa ou taça. É a oportunidade de beber bons vinhos a preços especiais.

A lista geral inclui rótulos da Argentina, Chile, Espanha, França, Itália e Portugal, mas cada bar escolhe o que servir conforme sua identidade. No Jamón, Jamón por David Lopez, por exemplo, especializado em gastronomia espanhola, estarão disponíveis os tintos Legado Muñoz Garnacha (R$ 57/garrafa; R$ 15/taça) e Artero Tempranillo (R$ 62,90/garrafa; R$ 16/taça), ambos do produtor Bodegas Muñoz, localizado em Toledo, na Espanha.

Já no Ovo e Uva, a lista é extensa e inclui os tintos Amalaya Malbec (R$ 82,10/garrafa; R$ 21/taça), do produtor argentino Luigi Bosca, e Villa Cardeto Sangiovese, da italiana Cardeto (R$ 66,40/garrafa; R$ 17/taça), o branco Estate Chardonnay, do Chile (R$ 66,60/garrafa; R$ 17/taça), e o rosé argentino Las Moras Syrah Rosé (R$ 48,90/garrafa; R$ 13/taça) entre mais sete opções.

No Sancho Bar y Tapas são oito opções de tintos, com taças que vão de R$ 15 (Legado Muñoz Garnacha) a R$ 30 (o português Marquês de Montemor by Dorina Lindemann, o mais caro da lista, cuja garrafa sai por R$ 116,40). Vinum Est e Rubi Wine Bar oferecerão tintos. No primeiro, o chileno Terranoble Caménère sai por R$ 50,40/garrafa e R$ 13/taça, por exemplo. E no Rubi são duas opções: La Linda Malbec (R$ 63,70/garrafa; R$ 16/taça) e Artero Tempranillo (R$ 62,90/garrafa; R$ 16/taça).

O Diónysos, localizado em Pinheiros, irá oferecer 11 garrafas a preço de importadora, com oito opções de tinto, duas de branco e uma de rosé, o francês Claude Val Rosé (R$ 65,50/garrafa; R$ 17/taça). Já o Canaille oferecerá sete opções, como o tinto francês Arrogant Frog Tutti Frutti (R$ 75,30/garrafa; R$ 19/taça) e o branco Alain Brumont Gros Manseng/Sauvignon Blanc (R$ 89,60/garrafa; R$ 23/taça).

Confira mais informações no site do evento: festivalvinhonoboteco.com.br

Iniciativas como esta são muito bem-vindas para democratizar o consumo e colocar cada vez mais o vinho no cotidiano e nas pequenas celebrações do dia a dia! Cheers!