Chegou a hora de celebrar a Malbec!

#MalbecWorldDay, uma celebração global

O Malbec World Day é uma iniciativa global criada pela Wines of Argentina com objetivo de posicionar o Malbec argentino no mundo e celebrar o sucesso da indústria vitivinícola nacional. Esta celebração conta com o apoio de diversos setores governamentais na Argentina e teve boa adesão mundo afora.

Há aproximadamente 20 anos o Malbec argentino surgiu no radar mundial e passou a ser um dos vinhos preferidos dos winelovers. E com uma particularidade: o Malbec cativou primeiro os consumidores ocasionais, aqueles que ainda não tinham encontrado um vinho que os apaixonasse, já que o estilo fácil, amigável da Malbec não exigia experiência para apreciar seus sabores fáceis de entender. Os consumidores apenas sabiam que o Malbec lhes agradava, e ponto.

E assim, o Malbec argentino seduziu paladares em todas as partes do mundo – atualmente é considerado um dos tintos mais  cosmopolitas, ocupando o mesmo pódio que o Cabernet Sauvignon ou o Merlot, tendo a Argentina como o seu principal produtor.

Malbec Wine Day

Celebrado pela primeira vez em 17 de abril de 2011, o Malbec Wine Day conseguiu se posicionar como um acontecimento histórico na promoção do vinho no mundo e hoje forma parte do calendário de festejos de alcance internacional. Ano após ano realiza-se desde a Wines of Argentina uma profusa agenda de atividades nos principais mercados, que se somam aos eventos organizados pelas representações argentinas no exterior e iniciativas independentes que posicionam o Malbec no centro de um brinde mundial.

Por que o Dia Mundial do Malbec se celebra em 17 de abril?

Encontramos a origem do Malbec no sudoeste da França. Ali, esta cepa era cultivada e com ela se elaboravam vinhos denominados “de Cahors”, devido ao nome da região, reconhecidos desde os tempos do Império Romano. Estes vinhos foram consolidados na Idade Média e acabaram de se fortalecer na modernidade.

O dia 17 de abril de 1853 marca a fundação da primeira Quinta Agronômica da Argentina, com a intenção de adaptar variedades francesas aos solos de Mendoza. A data é o símbolo da transformação da vitivinicultura argentina e o ponto de partida para o desenvolvimento do Malbec, emblema do país para o mundo.

Todo ano eles preparam um site com bastante informação sobre a data, vale conferir. Neste ano é possível testar seus conhecimentos sobre a Malbec em um quiz super interativo, com informações ricas e bastante visuais. Vale conferir aqui, em Malbec Wine Day:

Opções de Malbec para conhecer e degustar:

A Evino traz boas opções de Malbec com valores bem acessíveis. Gosto destes três abaixo, em estilos dos mais variados:

  • El Molino Malbec 2020 (Evino, de R$57,90 por R$34,80): El Molino tem todas as características que se espera do Malbec Argentino: muita fruta, taninos arredondados e aromas persistentes. Aromas de frutas maduras como ameixa e cereja. Paladar macio, taninos redondos e final longo, com boa persistência. Acompanha bem churrasco e lasanha à bolonhesa, por exemplo.
  • Ecusson des Roches Malbec Cahors D.O. 2016 (Evino, de R$99,90 por R$64,90): De acordo com a Jéssica Marinzeck, sommelière da Evino, o Ecusson des Roches é um vinho marcante, potente e encorpado. Aromas de Frutas vermelhas e pretas maduras, com toque de pimenta. Paladar denso, generoso, com taninos bem integrados e acidez notável, uma opção legal para conhecer o estilo de Cahors. Vai bem com risoto de cogumelos, picanha na brasa e embutidos em geral
  • Punta Negra Wines of Belhara Malbec 2019(Evino, de R$62,90 por R$44,90): Mais uma opção legal da Evino – tradição é o nome e sobrenome de Punta Negra. Elaborado nos solos do Valle de Uco, em Mendoza, é um Malbec como tem que ser: potente e com taninos mais marcados, mas muito equilibrados. Na hora de harmonizar, o clássico é a pedida certa: carnes vermelhas na brasa. 10 meses em tanques de cimento e barricas de carvalho. Vale destacar que ganhou 91 pontos no importante Guia Descorchados de 2021
  • San Telmo Malbec (Vivavinho, de R$ 59,90 por R$ 45,90): Vinho que é a cara da Argentina, a começar pelo rótulo super temático. No nariz tem os aromas clássicos de ameixas maduras e frutas vermelhas, violeta e baunilha. Na boca é sedoso, bem estruturado, com taninos maduros e delicioso frescor. Passa 9 meses em barricas de carvalho francês de 2ª e 3ª usos, que confere mais elegância ao vinho.
  • Trivento Reserve White Malbec (Lara Wines, R$ 55,90): Este Malbec chama muita atenção por ser a versão vinificada em branco desta uva que é tão coinhecida pelos tintos potentes e intensos. Uma invenção curiosa, que vale conhecer. Destaque para o nariz que traz leve aroma de frutas vermelhas (em especial morango) e floral. Em boca, se mantém leve, com boa fruta e acidez super refrescante. Este video aqui é bem curtinho e explica bem o estilo e como ele é feito!
  • Vinecol Orgânico Red Puro Malbec (Lara Wines, de R$ 69,90 por R$ 48,90): Apresenta todas as características que se espera de um bom Malbec: aromas de frutas vermelhas, pimenta negra, chocolate e café. Bem balanceado com taninos integrados pela passagem de 08 meses em barricas de carvalho. Mas o destaque mesmo fica pela certificação Orgânico Brasil, que atesta o comprometimento com todas as etapas para alcançar a classificação de vinho orgânico. Vale conhecer
  • Anubis Malbec (Pão de Açúcar, de 89,99 R$ por R$ 59,99). Super preço para um vinho feito pela Susana Balbo, uma das grandes enólogas da Argentina e considerada uma das mulher mais influente do mundo dos vinhos. Seu nome Anubis é uma homenagem ao Deus Egípcio das Bebidas e Gastronomia. Um belo exemplar de Malbec puro, com os aromas de frutas vermelhas e notas doces proivenientes da breve passagem por carvalho.
  • Escorihuela Familia Gascon Malbec Rosé 2020 (Grand Cru, de R$ 105,90 por R$ 84,72) Delicado do início ao fim, este rosé de Malbec destaca-se pelos aromas de frutas vermelhas frescas e flores brancas. Paladar com ótima estrutura e frescor, final longo e persistente para um rosé.
  • Circus Malbec 2020 (Grand Cru, de R$ 78,90 por R$ 63,12): Os vinhos da linha Circus procuram expressar da maneira mais pura o terroir mendocino de onde vieram, sem deixar de lado todas as características que fazem deles típicos exemplares do novo mundo. Um vinho marcante e agradável, sendo uma boa opção para um jantar sem compromisso!
  • Ruca Malen Aimé Malbec 2018 (La Pastina, de R$ 61,00 por R$ 54,90): Fundada em 1998 por Jean Pierre Thibaud e Jacques Louis de Montalembert, empreendedores experientes no mundo do vinho, Ruca Malen foi logo reconhecida por dois elementos básicos: a qualidade de seus vinhos e seu espírito pioneiro. Busca também mostrar a elegância do terroir argentino de uma forma ampla e distinta. Aimé é uma linha jovem que revela na taça sabores macios e muito perfume. Ótimo exemplar de Malbec jovem e frutado.

Malbec World Day!

teaser_muralmalbec_brindis_baja

Repetindo uma notável campanha que teve início em 2011, a Wines of Argentina, órgão responsável pela divulgação dos vinhos do país, celebrou em grande estilo a uva que se tornou símbolo da viticultura no país, e que  promete alcance ainda maior neste ano!

Em sua terceira edição, o Malbec World Day será comemorado simultaneamente em Nova York, São Paulo, Londres, Shangai e Mendoza com artistas grafiteiros, uma vez que a Malbec representa uma “expressão cultural e artística” do país, além de degustações e ações promocionais em diversos pontos destas cidades.

A Wines of Argentina conseguiu elevar a Malbec a status de cool, prova disso é a sua disseminação em todo mundo. Apesar da origem francesa, onde a uva é conhecida por Cot ou Auxerrois, muitos produtores franceses pegaram carona na fama da Malbec argentina e adotaram o termo French Malbec para definição de seus vinhos.

No Brasil, a história não é muito diferente. Sua popularidade é tamanha que serviu até de inspiração para fragrância de perfume! Com imagem fortemente relacionada a custo x benefício, os melhores exemplares costumam ser encorpados, intensos em aromas e sabores, com acidez refrescante e taninos doces e redondos. Combinação perfeita com carnes grelhadas, suculentas, sendo ótima pedida para o churrasco do final de semana.

Para comemorar a data em grande estilo, segue uma seleção de ótimos vinhos feitos com Malbec, a uva que apesar de argentina é a cara do brasileiro! 😉

 

serbal

  • Serbal Malbec, Atamisque (World Wine, R$ 38,00): Considerada “bodega boutique”, tem nas variedades Malbec, Chardonnay e Pinot Noir as principais joias da casa, combinando a força e a autenticidade mendocinas com a elegância e a inspiração francesas. Este Malbec tem aromas de frutas vermelhas frescas e toques florais, bem agradável e harmonioso. Médio corpo, com taninos maduros e elegante e ótimo final de boca.

 

alta vista

  • Alta Vista Premium Malbec , Alta Vista (Casa Santa Luzia, R$ 43,00): Elaborado pelo produtor Alta Vista nos solos de Mendoza, este Malbec é mais estruturado,com aromas de frutas vermelhas maduras e notas de especiarias, resultado do amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano.

 

75008_Vinho_Las_Moras_Malbec_750_ml

  • Las Moras Malbec, Finca Las Moras (Imigrantes Bebidas, R$30,99): Las Moras foi a primeira vinícola a eleborar grandes vinhos na região de San Juan, trabalhando dentro do conceito de “harmonia viva”, respeitando práticas sustentáveis e orgânicas nos vinhedos. Bastante frutado, com aromas agradáveis e bastante fresco no paladar.